Varanda com espaço pet para gatos e muito conforto: veja este apê de 116m²

O projeto, assinado pelo escritório Cristiane Schiavon, criou um espaço para os gatos da família e aproveitou todos os cantinhos com soluções em marcenaria

Por Redação Atualizado em 12 fev 2022, 21h49 - Publicado em 15 fev 2022, 13h00
Guilherme Pucci/Casa.com.br

Este apartamento em Osasco, cidade localizada na grande São Paulo, é o lar de um jovem casal e dois filhos pequenos. Com 116 m², o imóvel conta com uma decoração graciosa, leve, atemporal e repleta de soluções eficazes que é assinada pela arquiteta Cristiane Schiavon, à frente do escritório que leva seu nome.

Além do clima aconchegante e área social integrada, o projeto se destaca por não deixar de lado dois outros importantes integrantes da família: os dois gatinhos! Para eles, a profissional desenhou um espaço pet na varanda. “É fundamental incluirmos os pets na vida familiar e propiciar um espaço onde se sintam à vontade para brincar”, revela.

Sala de estar e jantar

 

Guilherme Pucci/Casa.com.br

A paleta de cores neutras é o grande destaque do estar, pois além de congregar a sensação de aconchego, combina a elegância dos elementos especificados pela arquiteta, como o efeito perolado e sutil da mesa de centro – sem quinas e ideal para residências com crianças –, e a poltrona giratória no tom rosa candy color.

Logo ao entrar, moradores e visitantes são abraçados pelas paredes na tonalidade palha, que se tornou uma base amistosa para compor com o sofá de suede em cinza claro, tapete de listras que seguem o mesmo gradiente e o toque descontraído das almofadas coloridas.

Sala de jantar

 

Guilherme Pucci/Casa.com.br

Com uma distribuição muito bem setorizada, a sala de jantar integrou um espaço em ‘L’ da planta, dispondo de uma área agradável para a mesa de jantar em laca, que foi acompanhada pelas cadeiras e o canto alemão com baú – solução de marcenaria que propicia mais área de armazenamento para os itens da casa –, e mais posições de assentos.

Varanda muito bem aproveitada

 

Guilherme Pucci/Casa.com.br

Ao incorporar a varanda no contexto do espaço social do projeto, a arquiteta desenvolveu soluções que atenderam aos desejos dos moradores em sua dinâmica familiar. Para agradar os dois gatinhos, o playground é uma área que se destaca no projeto, pois membros tão especiais da casa não devem ser deixados de lado.

Foi com esse pensamento que a condensadora do ar-condicionado, ao fundo, se tornou o ponto de partida: ao se camuflada com o revestimento de madeira, o futon ganhou sua uma estrutura, que foi aprovada por todos.

Veja também

Na parte superior, os nichos vazados com a escadinha foram fixados para que os felinos realizem seus movimentos, além do arranhador, um item essencial para que o hábito de arranhar não seja realizado nos móveis.

Guilherme Pucci/Casa.com.br
Continua após a publicidade

“Com essas características tão inerentes aos gatos, que pulam, sobem e escalam com tanta facilidade, esse cantinho foi primordial para evitar que pratiquem esse comportamento nos armários, prateleiras e nos demais mobiliários. Precisamos oferecer opções para gastem energia”, explica a arquiteta.

Ainda na varanda, duplamente protegida com a tela e o fechamento de vidros – dois cuidados imprescindíveis para a tranquilidade de moradores com crianças e pets –, o banco em marcenaria recebeu a incumbência de armazenar os brinquedos.

Guilherme Pucci/Casa.com.br

E na porta camarão ripada, mais um “truque” da arquitetura de interiores: ela camufla a estrutura da churrasqueira a carvão que, embora compacta, reúne tudo o que é fundamental: o duto de exaustão para não deixar que os odores transitem para os demais ambientes do apartamento ou para os vizinhos.

Cozinha

 

Guilherme Pucci/Casa.com.br

Anexada também à parte social, a cozinha realizada pela arquiteta prezou pela vida própria do ambiente, mas sem escondê-la propriamente. Foi justamente com esse intuito que a marcenaria da sala foi produzida, abrindo as prateleiras que expõem os objetos decorativos no ambiente da sala de estar, como também o móvel que acompanha a TV giratória – perfeita para direcionar o eletroeletrônico para o lado desejado.

Na marcenaria, bancada, gavetas e armários oferecem uma profundidade muito confortável para organizar tudo o que é preciso. Geladeira, micro-ondas e forno estão integrados na marcenaria e, acompanhando as tendências que agregam facilidade e agilidade na cozinha, Cristiane inseriu um mix de inox com duas cubas espaçosas que foram completadas pela calha úmida para escorrer as louças e porta detergente discreto, torneira touch com mangueira e triturador de resíduos orgânicos.

Dormitório do casal

 

Guilherme Pucci/Casa.com.br

Para o melhor aproveitamento do espaço do quarto do casal, o projeto decidiu por não inserir uma cabeceira, propriamente dita. Nessa parede principal, um delicado papel de parede, com inspiração oriental, assumiu o protagonismo.

Na marcenaria, armários espaçosos para complementar a organização e um cantinho para um home office, que todos sabemos, tornou-se inevitável.

Com a missão de ocupar os espaços com maestria o corredor contemplou os armários embutidos. Discretos e com as portas de correr, o planejamento setorizou super bem os espaços para a organização das roupas e dos demais acessórios que compõem a vida dos moradores.

Veja mais fotos na galeria abaixo:

Continua após a publicidade

Publicidade