5 dicas para usar almofadas na decoração

Entenda como trabalhar com cores, texturas, posicionamento e disposição

Por Redação Atualizado em 2 fev 2022, 16h58 - Publicado em 3 fev 2022, 13h00
Designecologist/Pexels

Incremente a decoração da sua casa com elementos que adicionam cor, personalidade e conforto: as almofadas. Por serem super versáteis, já que você consegue trocar a capa, elas atualizam o visual do seu lar sem esforço. As arquitetas Ieda e Carina Korman, do escritório Korman Arquitetos, separam 5 dicas de como incluir almofadas nos projetos de interiores:

1. Como posicioná-las

 

Com uma variedade de cores, formatos, tecidos e texturas presentes no mercado, estes acessórios macios e aconchegantes podem ser incorporados em qualquer cômodo.

Apesar de encontrá-los nos sofás e poltronas ser o mais comum, você também pode levar almofadas para as varandas, camas e em cantinhos de relaxamento. Em caso de áreas externas sem cobertura, invista em um tecido resistente à chuva e ao clima.

2. Cores e estampas

 

Ambiente do Korman Arquitetos Gui Morelli/Casa.com.br

Aplique um toque de ousadia com as cores das almofadas, principalmente em ambientes sóbrios e neutros. Sabe aquele tom vibrante que você ama, mas que existe o risco de, ao colocar na parede, o espaço ficar sobrecarregado? É para isso que servem acessórios decorativos. Crie uma composição moderna!

Ao misturar designs lisos e estampados, sempre considere a paleta de cores presentes nas peças, priorizando a harmonia.

Reprodução/Pinterest

Como você pode trocar as capas, elaborar decorações que acompanham as estações nunca ficou tão fácil – tons quentes e terrosos para o outono e cores leves para o verão.

Atente-se também ao móvel em que as almofadas serão colocadas. Com um sofá liso, as estampas são mais fáceis de trabalhar. No contrário, aposte nas lisas e em cores que combinem com o cenário ou que já estão presentes.

Continua após a publicidade

Veja também

3. Principais texturas

 

O universo de texturas e tecidos de almofadas é vasto! Você pode misturar diferentes tecidos e criar um visual rico. Veludo, suede, seda e microfibra são os melhores tecidos, dentro dos mais procurados. A lã, por exemplo, também está na lista, mas priorize o material nos dias de inverno.

4. Como combinar

 

Projeto de Ieda e Carina Korman Gui Morelli/Casa.com.br

Não há regras! Mas, se procura uma decoração tendência, invista nos acessórios de tamanhos diferentes e ganhe mais funcionalidade e opções de uso.

5. Disposição das peças

 

Para uma boa composição se deve ter uma boa disposição. Comece arrumando os acessórios das laterais para o centro – priorizando por um número ímpar de peças.

As maiores, que servem de apoio, devem ir atrás e as menores na frente, para dar destaque. Disponha, também, uma almofada a mais do que a quantidade de assentos e, em poltronas, inclua, no máximo, duas peças.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade