Casa Created with Sketch.

Materiais rústicos e design contemporâneo dão tom a apê de 123 m²

Assinado pelo SBardelotto Arquitetura e o Atelier Aberto Arquitetura, o projeto integrou a área social e apostou no design nacional para trazer aconchego

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

O morador deste apartamento de 123 m² buscava um apartamento amplo na zona sul de Porto Alegre, com vista para o lago Guaíba, com cozinha e área social integrados e apenas um dormitório atendia às necessidades.

Foi então que, ao visitar um prédio ainda em construção e que possuía a tão almejada vista, ocorreu-lhe a possibilidade da adaptação do layout interno durante a construção. Para isso, ele contratou o escritório SBardelotto Arquitetura e o Atelier Aberto Arquitetura.

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

“A construtora deu-nos o aval de realizar modificações dentro da racionalidade da construção. Então o projeto iniciou com a liberdade de quem constrói do zero, apenas com as restrições das paredes externas e, claro, das instalações hidráulicas condominiais”, conta o escritório.

Na área de contemplação, um longo banco sob medida sob a janela mira o lago Guaíba e suas ilhas. Um lugar para relaxar, ler um livro, tomar um mate e para estar com amigos e jogar conversa fora

Na área de contemplação, um longo banco sob medida sob a janela mira o lago Guaíba e suas ilhas. Um lugar para relaxar, ler um livro, tomar um mate e para estar com amigos e jogar conversa fora (Marcelo Donadussi/BowerBird)

Na área social, um layout integrado e amplo foi pensado para receber amigos. Na cozinha, os convidados sentam-se à mesa enquanto o cozinheiro prepara as refeições. Já na área íntima, há uma suíte com banheiro visualmente integrado e um home-office que pode ser utilizado para receber algum eventual hóspede.

A churrasqueira e o armário para as bebidas ficam disfarçados por duas portas de correr que se perdem no fundo negro. Na frente deste móvel, duas poltronas proporcionam um uma boa opção para desfrutar dos drinks do bar

A churrasqueira e o armário para as bebidas ficam disfarçados por duas portas de correr que se perdem no fundo negro. Na frente deste móvel, duas poltronas proporcionam um uma boa opção para desfrutar dos drinks do bar (Marcelo Donadussi/BowerBird)

“Buscando alcançar as necessidades expostas, eliminamos um dos dormitórios da planta original e deslocamos o lavabo e a lavanderia para o local original deste dormitório. Com isso, conseguimos ampliar a cozinha para receber uma ilha de cocção e uma mesa de refeições”, explica o arquiteto Gustavo Sbardelotto.

Como uma das paredes do layout original – que continha 2 pilares – ficava bem no meio do espaço da nova cozinha, esses pilares foram incorporados na sua forma bruta à mesa e à ilha, dando identidade ao ambiente

Como uma das paredes do layout original – que continha 2 pilares – ficava bem no meio do espaço da nova cozinha, esses pilares foram incorporados na sua forma bruta à mesa e à ilha, dando identidade ao ambiente (Marcelo Donadussi/BowerBird)

A bancada de trabalho ficou junto da janela, oposta à da sala, possibilitando uma agradável ventilação cruzada de leste a oeste. Essa bancada, sob a janela, conta com uma calha úmida, que no dia-a-dia funciona como escorredor de louças e como apoio para uma horta. Em dia de festas, a calha vira uma geleira para bebidas. O alinhamento da bancada segue até a área de serviços, organizando esses dois espaços.

Área social

A área social possui diferentes funções e flexíveis usos, sempre integrados: área de TV, área de drinks, área do churrasco e área da contemplação.

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

Na área de TV, uma longa e esbelta prateleira de aço corten engastada na parede apoia lembranças de viagem, toca-discos e coleção de discos de vinil. Junto à lareira, uma poltrona foi posicionada para desfrutar do calor nos dias de frio.

Na área do churrasco, visando não duplicar a mesa de jantar ja existente na cozinha, os arquitetos desenharam uma bancada alta de mármore negro que possibilita reuniões mais despojadas. “Logo atrás da bancada projetamos uma estante que organiza diversas funções: churrasqueira com pia de apoio, bar e armário para guardar o que for preciso”, explicam os arquitetos.

Área íntima

 

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

Na área íntima, a suíte possui o banheiro visualmente integrado ao quarto através de um pano de vidro piso-teto que pode ser ocultado com uma cortina. Esse elemento dá um ar inusitado ao dormitório. Os dois chuveiros do box ficam paralelos à janela do quarto que, assim como a sala, desfrutam de um belíssimo pôr-do-sol.

Veja também

Visto que apenas um dormitório era suficiente ao cliente, a segunda suíte foi transformada em home-office, contando com uma bancada sob a janela, com duas confortáveis estações de trabalho e com um sofá-cama para que, caso necessário, possa ser utilizado como suíte de hóspedes.

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

O banheiro deste home-office contrapõe os tons mais escuros e quentes da casa e é todo branco: piso e paredes em pastilhas brancas e bancada em mármore Carrara.

Décor

 

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

“Nossa escolha de materiais foi de encontro com a estética industrial e quente, almejada pelo morador. Unificamos as áreas sociais e cozinha através de uma sequência de paredes de tijoletas maciças. Estas e os elementos de concreto expostos providenciaram o projeto de textura e rusticidade. Contrapusemos a rusticidade com os móveis em madeira freijó, pedra polida e detalhes em metal preto fosco“, dizem os profissionais.

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

Para dar maior aconchego, o projeto investiu em peças de design nacional, com duas poltronas “Parati” e o banco “Mocho” do aclamado Sergio Rodrigues, uma poltrona “Trevo Drink”, da Prototype.

Telas de Rita Lessa, esculturas de papel machê de Domingos Tótora e de borracha de Otto Sulzbach completam o décor, bem como uma mescla de tapetes e mantas étnicas de origens diversas.

 (Marcelo Donadussi/BowerBird)

O resultado final foi uma acolhedora mescla de materiais rústicos e de alto acabamento, design contemporâneo, elementos tradicionais e de memória afetiva do cliente.

Confira mais fotos na galeria:

 

*Via BowerBird

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.