Feng Shui: como incluir plantas na sua casa seguindo a prática

Intensifique os benefícios incluindo toques verdes nos cômodos 

Por Luiza Cesar Atualizado em 20 set 2021, 17h49 - Publicado em 18 set 2021, 19h00

Por que não promover a harmonização da sua casa redirecionando energias negativas e conservando as positivas? Esse é o trabalho do Feng Shui que, ao ser aplicado na decoração de um ambiente, promove o bem-estar de todos os moradores.

Quais as necessidade dos habitantes? Como está o emocional? E a saúde física? Com essa análise é possível perceber o que é importante para aquela moradia – que espelha o que está acontecendo na vida pessoal dos que vivem ali.

Thuan Pham/Unsplash

“A base do Feng Shui é a energia vital, conhecida como “chi”, que está presente e circula nos imóveis e ambientes. Então, podemos dizer que esta técnica milenar chinesa age da mesma forma que um tratamento terapêutico: equilibrando a carga vital do ambiente“, explica Juana Martínez, florista parceira da Flores Online.

Grovemade/Unsplash

Além de poder ser utilizada em espaços residenciais – como sala, cozinhas, banheiros e quartos -, o Feng Shui pode ser aplicado também em empresas e espaços comerciais – todo o tipo de imóvel e terreno. Ou seja, está sentindo que algo não está fluindo no trabalho? Aplique a prática!

ROCKETMANN TEAM/Pexels

As plantas e flores são fontes de energia benéfica, conhecida como sheng qi, e trazem boas vibrações da natureza. Assim como os demais objetos decorativos, elas são escolhidas com base na prática e em quais são mais favoráveis a cada espaço – ligadas diretamente com a circulação de forças.

Ksenia Chernaya/Pexels

“A partir da casa a pessoa toma consciência do que está acontecendo na vida dela. As plantas são um grande exemplo disso, se a casa está em desarmonia a planta não se desenvolve, e é a mesma coisa com os moradores”, conta Anna Luiza Morais, especialista em harmonização ambiental e pessoal. É importante lembrar, porém, que nada disso funciona se a casa não estiver organizada.

Aqui, vamos responder, com a ajuda das duas profissionais, algumas perguntas sobre Feng Shui e plantas!

Quais as melhores espécies para ter e os melhores locais para inserir?

 

Pixabay/Space_Zandria/Reprodução

Para o Feng Shui, cada espaço tem uma vibração diferente, que deve ser trabalhada para trazer equilíbrio para as vidas dos habitantes. “A disposição dos móveis e plantas dentro do projeto de decoração influencia diretamente no humor e nas relações, permitindo ou bloqueando as diferentes energias”, relata Juana.

Anastasia Shuraeva/Pexels

Apesar de não existirem plantas boas ou más para a prática, algumas são mais adequadas do que outras para tipo de cômodo – uma planta favorável na sala de estar ou no hall de entrada pode ser prejudicial no quarto do casal e assim por diante.

Veja também

Silvana Ochialini/Casa.com.br

Seguindo o baguá, ferramenta que mapeia energeticamente os espaços e mostra quais partes dos ambientes correspondem a cada área da vida, você consegue fazer os ajustes necessários. Ele também informa os elementos, formas e cores de cada campo, te orientando no planejamento do design interior.

Floor.br/Reprodução
Continua após a publicidade

No campo do relacionamento, o elemento é terra e o ideal é ter peças em duplas. Sendo assim, adicione dois vasos com as árvores da felicidade, por exemplo – acompanhando as diretrizes do Feng Shui. Para se alinhar à prosperidade, procure uma planta com tronco de madeira, já que nessa área o elemento é madeira, como a palmeira rhapis.

Jen Theodore/Unsplash

O filodendro e lírio da paz são ótimas espécies para o quarto, pois possuem cores brancas da criatividade. Nos banheiros, o ideal é incluir itens de terra, com pedras e plantas menores – lembre-se de sempre deixar a tampa do vaso sanitário e a porta fechadas.

Para ativar o sucesso com plantas, use os tipos vermelhos ou que apresentam um visual semelhante a forma do fogo, como a rhapis, ou acrescente vasos com a cor.

El Mueble/Reprodução

“O importante é usar a criatividade. Foque nos elementos do baguá e explore as diversas possibilidades. Mas tome cuidado com a saúde das plantas, esse é o essencial ao inseri-las na casa”, informa Anna. Vegetação com folhagens redondas, no caso da peperômias, violeta, pilea, suculentas e clusia são perfeitas para o campo da criatividade.

Dicas de como aplicar o Feng Shui no home office
Mikey Harris/Unsplash

Para o trabalho, de elemento água, itens transparentes, de linhas curvas e fluidas são ótimas escolhas. Seguindo o mapa não tem erro, apenas tome cuidado na hora de comprar para ter certeza que a espécie é doméstica se dá bem nos interiores. Tudo depende do que você gostaria de ativar naquele ambiente.

Klacius Ank/Casa.com.br

“Em geral, a maioria das plantas é ótima para o Feng Shui, desde que você cuide bem delas. Espécies com folhas macias e arredondadas são normalmente as melhores, pois promovem uma carga suave e nutritiva”, esclarece Juana.

Não se esqueça dos formatos, as que possuem folhas caídas para o chão não são uma boa opção, pois não elevam a força da casa. Em caso de dúvidas, sempre aposte na areca-bambu, samambaia-americana, espada-de-são-jorge e bambu-da-sorte.

Na hora de comprar as plantas, o que é necessário observar?

 

Pixabay/TheVirtualDenise/Reprodução

Analise o espaço onde ela será posicionada, principalmente a entrada de luz.

Westend/Reprodução

“Na cozinha, por exemplo, é indicado ter temperos como alecrim, hortelã, cebolinha e salsinha. Nos banheiros, lugar que filtra energias para minimizar seus efeitos ruins, podemos ter suculentas e violetas, que vivem bem em locais com menos ventilação. No quarto, devemos evitar flores“, instrui a especialista da Flores Online.

Quais os cuidados são necessários?

 

Victória Duarte/Unsplash

A atenção que se dá às vegetações influencia diretamente na relação dela com os habitantes. Quanto maior o cuidado, melhor a capacidade de cumprir as funções. Logo, retire as flores e folhas murchas e secas para não interromper o ciclo de filtragem de forças.

As plantas artificiais também podem ser usadas?

 

Christian Mackie/Unsplash

Para Juana, as plantas e flores artificiais – que não possuem vida – interferem na fluidez do ambiente, criando uma atuação negativa no equilíbrio do lugar. Em contrapartida, Anna conta que, se optar por esse tipo de decoração, acrescente algum elemento natural – como terra ou casca de pinus.

Continua após a publicidade

Publicidade