Escritório e adega integram a natureza nesta casa em São Paulo

No projeto de Beatriz Quinelato, os ambientes conversam com o espaço externo

Por Yara Guerra Atualizado em 6 dez 2021, 22h12 - Publicado em 8 dez 2021, 13h00
Rafael Renzo | Produção: Mayra Navarro/Casa.com.br

Localizado na Vila Nova Conceição, em São Paulo, este apartamento teve o seu office e sala da adega reformados pela arquiteta Beatriz Quinelato.

Para o home office, o desafio era criar um ambiente totalmente novo em cima da laje da área de churrasqueira existente. O local era supostamente um solarium nunca usado, porém dispunha de dois pontos de partida: um piso maravilhoso de ladrilho hidráulico e uma parede verde que estava abandonada.

Rafael Renzo | Produção: Mayra Navarro/Casa.com.br

“Outro desafio foi pensar não apenas na parte interna do escritório, mas também na fachada sobre a churrasqueira; em como ficaria um novo ambiente em cima da laje”, conta a arquiteta. O imóvel é cercado por muito verde, e Beatriz queria integrá-lo no escritório. Por isso, o preencheu com vidro a fim de aproveitar a luz natural e garantir a vista da natureza na vizinhança.

Rafael Renzo | Produção: Mayra Navarro/Casa.com.br

“Tínhamos certeza de que o escritório seria todo envidraçado e também que pudesse abrir o máximo possível – mantendo a segurança, claro, já que eles têm dois filhos pequenos e um cachorro. Por isso, fizemos a parte de baixo desse fechamento externo fixo com vidro canelado e a parte superior todo com abertura camarão, para que pudesse abrir totalmente”, explica.

Veja também

A arquiteta aproveitou a cor Marsala do ladrilho hidráulico existente para a estrutura metálica e marcenaria, enquanto o tom claro preencheu a parede de fundo para manter a linguagem.

Rafael Renzo | Produção: Mayra Navarro/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Buscando manter a rusticidade dos materiais, ela optou pelo uso de concreto aparente na laje. Antes abandonada, a parede verde foi reativada com novas plantas e, para facilitar o cuidado, foi instalada uma irrigação automática. Ao lado dela, Beatriz projetou um canto de leitura para pausas no trabalho.

Rafael Renzo | Produção: Mayra Navarro/Casa.com.br

Já para a área da adega, era preciso encontrar um lugar para a máquina externa com o menor transtorno e obra possível. “Por ser uma casa, isso foi facilmente solucionado e tivemos uma obra nesse ponto de apenas 2 dias”, diz Beatriz.

Rafael Renzo | Produção: Mayra Navarro/Casa.com.br

Ela aproveitou o aparador em madeira ebanizada que eles já possuíam para criar a adega no mesmo material. No aparador, um complemento de laca na cor Marsala foi inserido.

Rafael Renzo | Produção: Mayra Navarro/Casa.com.br

“Na varanda externa, a escolha do mobiliário foi para que pudesse tomar chuva e sol sem problemas. Com exceção do tapete, que queríamos dar uma cara de sala de estar mesmo sendo externo. Então ele é recolhido, e para isso ser prático e fácil, colocamos uma peça super leve e lavável à máquina de lavar roupas”, diz a arquiteta.

Curtiu? Confira mais fotos na galeria:

Continua após a publicidade

Publicidade