Casa Created with Sketch.

Esta casa de 743 m² em Los Angeles é como uma grande galeria de arte

Com vista para o museu Getty Center, o imóvel emoldura vegetações e obras de arte contemporânea que trazem vida aos interiores

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

Localizado em uma rua tranquila e sem saída com vistas deslumbrantes do icônico museu Getty Center (Los Angeles, EUA), a Getty View Residence é uma casa de 3 andares e 743 m² que reflete a profunda conexão do morador com a arte e o ambiente construído.

A residência, projetada pelo escritório Abramson Architects, é composta por três volumes empilhados, cada um apresentando um material externo exclusivo. As várias texturas elevam a arquitetura do imóvel ao dividi-lo e destacar as formas em camadas.

Volumes empilhados

 

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

Da entrada da garagem fechada, os hóspedes têm um vislumbre da perspectiva criativa da casa. Ela apresenta três volumes empilhados de materiais variados em configurações geométricas simples.

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

Um porão de concreto fundamenta a estrutura na encosta com inclinação ascendente. Já o andar de cima apresenta uma fachada de vidro revestida com uma série de persianas de alumínio que equilibram privacidade, transparência e eficiência energética.

O andar superior, por sua vez, é monolítico e envolto em estuque branco. Ele parece levitar sobre as ripas de metal branco que ficam abaixo.

Um verdadeiro museu

 

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

Um caminho em degraus e um espelho d’água compacto levam ao espaçoso saguão de entrada da casa. No interior, uma escada trabalhada em granilite e madeira maciça incentiva os visitantes a subirem dos arredores de concreto terroso.

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

No andar principal, o piso neutro e as grandes paredes brancas criam espaços interconectados e especificamente projetados para exibir obras de arte contemporâneas, exatamente como uma galeria.

Veja também

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

A moradora, uma fotógrafa e designer de interiores, concebeu ela mesma uma grande parte do gabinete personalizado, incluindo o aparador flutuante com color blocking da sala de jantar. Mesmo uma plataforma de concreto sob a escada aberta se dobra como um pedestal para exibir alguns artefatos.

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

Enquanto isso, os jardins de inverno trazem a natureza para os interiores. É o caso da melaleuca presente na sala,  que se estende para cima por um vão no telhado. Uma escultura abstrata de Guy Dill, por sua vez, fica no pátio externo adjacente à entrada.

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

O jardim de esculturas se estreita para formar uma alcova paisagística que atravessa os ambientes antes de se cruzar com o quintal espaçoso. Esses jardins com vista aparentemente dispersa foram pensados para suavizar as transições das áreas comuns para os espaços íntimos no sul e a zona utilitária no oeste.

Ala íntima

 

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

Em todo o nível superior, o piso de madeira cinza e frio diferencia os quartos calmos das áreas de estar. Um letreiro de néon, também visível no nível da rua, expressa o desejo de silêncio. Um corredor em forma de L apresenta persianas de alumínio que refletem os temas encontrados na fachada frontal.

 (Paul Vu – HANA. Manolo Langis/Casa.com.br)

O teto da galeria do andar principal se estende acima do piso do corredor do nível de cima, criando uma conexão sensorial através da parte aberta das ripas de metal. Finalmente, a suíte master culmina em um canto de leitura em balanço acima de um pátio íntimo ao lado da piscina. Uma ala perpendicular acomoda dois quartos adicionais e seus banheiros privativos.

Curtiu? Confira mais fotos na galeria:

*Via Bowerbird

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.