Casa Created with Sketch.

Apê ganha automação customizada e destaca pé direito duplo com biofilia

A arquiteta Anna Yuri Murayama criou projeto cheio de personalidade destacando o design e a natureza para o convívio familiar

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

A arquiteta japonesa Anna Yuri Murayama, com escritório solo em São Paulo há 6 anos, o Murayama Design, projetou um apartamento com 230 m² no Morumbi, em São Paulo, para um casal com uma filha de 9 anos, que solicitou à arquiteta integração total da área social com destaque para o lazer em família, principalmente no desejo de ter um cinema em casa.

Aproveitando o pé direito duplo da sala de estar e da varanda, a arquiteta criou uma área de convivência ao mesmo tempo minimalista e aconchegante e toda área social foi integrada, unindo os ambientes da sala de jantar, espaço gourmet, varanda fechada e living.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Partindo da criação do espaço do cinema os demais ambientes puderam ser concebidos com uma linguagem única entre eles. O desafio inicial da arquiteta foi como harmonizar o pé direto duplo sem “carregar” com muitos elementos e inseri-lo no contexto do cinema em casa. Sendo o destaque deste projeto com cerca de 5 metros de altura, a parede foi transformada em um “palco” do cinema em casa.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Ao entrar no apartamento o que também chama a atenção é a enorme parede verde com plantas preservada (Svetlana), que a arquiteta projetou na varanda fechada, trazendo para o convívio familiar o contato com a natureza.

O jardim vertical foi colocado estrategicamente naquele ponto, pois assim pode ser visto de qualquer ambiente social. “Uma das premissas que levo aos meus projetos é trabalhar as sensações visuais de diferentes pontos de vistas, em um único ambiente ou em outros ambientes”, diz Anna Yuri Murayama.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Na mesma parede verde, Anna Yuri Murayama, projetou uma estante de marcenaria em laca branca e detalhe em metal dourado com LED embutido para iluminar as obras, objetos de decoração e memórias afetivas da família. O mesmo desenho acompanha a linguagem do móvel customizado que emoldura a TV na parede ao lado transformada em “palco”.

Veja também

Neste ambiente biofílico, o sofá serve tanto para confraternizar com a mesa redonda colocada estrategicamente na varanda gourmet como também com o living, permitindo essa integração entre espaços e mobiliários. Todo o layout da área social foi pensado em permitir essa integração entre os ambientes, e ao mesmo tempo a setorização.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Do lado oposto, dando continuidade ao ambiente, a área gourmet, ideal para churrascos e confraternizações, possui uma bancada alta em granito que foi inteiramente esculpida com chanfros como uma joia, fica apoiada em uma grande base da bancada baixa em quartzo branca, dando a sensação de leveza como se estivesse suspensa no ar.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Essa bancada ganha ar de bar para aperitivos com pendentes, as banquetas Wien pretas e, na parede lateral, o quadro com fundo preto e cores dá toque de aconchego e alegria. A parede superior a essa bancada foi feita com revestimentos de concreto arquitetônico com design tridimensional, que compõem o espaço harmoniosamente como uma obra de arte.

Logo na entrada, a porta de em laca branca com molduras de linhas retas, desenhada pela arquiteta Anna Yuri Murayama, dá surpreendente boas-vindas a quem chega no hall do elevador. Seu puxador circular no centro da porta tem embutido iluminação em LED que acende com um sensor assim que detecta presença humana.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Esta é uma porta única, totalmente customizada. “Queria uma porta monocromática, com um puxador circular no meio da porta. Durante a minha viagem a Milão, tive inspirações para desenhar este puxador e em como dar destaque a ele sendo da mesma cor da porta?” Explica a arquiteta.

“A solução foi iluminar e criei, assim, um puxador ‘arandela’, e não me contentei apenas com formato circular, o desenhei côncavo. E por causa desse puxador, nomeei esse projeto de ‘Apartamento côncavo'”, explica a arquiteta. A porta do lavabo, também com desenho da arquiteta, mantém o mesmo revestimento da parede em madeira.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Por seguir ideias e conceitos de Feng Shui, a arquiteta acredita também no poder que uma porta de entrada pode carregar para aquele projeto e família. Uma porta imponente e única, impressiona que visita e traz aconchego ao chegar em casa depois de um dia corrido.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Acompanhando o hall de entrada, tanto do elevador quanto do apartamento, e seguindo por toda extensão do lavabo e sala de jantar, as paredes foram revestidas em madeira para manter uma única linguagem estética e de integração destacando apenas as duas faixas de parede revestidas em papel de parede off-white texturizado com prateleiras em laca branca, que exibem peças de designers e obras de arte.

Uma das premissas deste projeto foi a automação e o convívio familiar integrado a todo ambiente social. Partindo desse princípio, a arquiteta projetou o living para ser o cinema em casa. O processo de criação do projeto com os ambientes integrados partiu deste conceito que foi uma das solicitações, quase que uma exigência do cliente, e no desejo de ter a família reunida e mais próxima para momentos de lazer.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

A parede com pé direito duplo valorizou ainda mais o desenho da arquiteta que a revestiu com painel ripado em laca branca. Sobre esse revestimento, um painel em porcelanato e o grande anfitrião deste living, no qual foi pendurada a TV de 65″, recebeu uma estrutura em laca branca que faz o papel de moldura e proporcionou o status do aparelho de TV em obra de arte.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Essa mesma moldura serve para armazenar a tela de cinema. Esse móvel possui uma estrutura de metal dourada, na qual está embutida a iluminação em LED que cria uma atmosfera aconchegante ao ambiente e mantém a mesma sincronia e simetria com a estante instalada na parede verde ao lado.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Em meio a toda automatização e customização do projeto, os ambientes possuem paleta de cores neutras permeando pelos tons de cinza e branco com pouco toque em madeira na cor natural para aquecer, o verde das plantas para energizar e o preto pontuado em móveis, obras de arte e revestimentos.

Veja todas as fotos do projeto na galeria!

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.