Wabi-Sabi: tudo o que você precisa saber sobre o conceito

Indo contra as tendências, ele prioriza a inconstância e imperfeição das coisas

Por Luiza Cesar Atualizado em 12 Maio 2022, 22h29 - Publicado em 16 Maio 2022, 13h00
Sala em estilo WabiSabi com sofá cinza, almofadas, mantas e tapete
HomeOneHOWTO/Reprodução

Você já deve ter ouvido falar sobre a filosofia japonesa Wabi-Sabi, seja nas decorações – como a casa do Kanye West e da Kim Kardashian – ou como um estilo de vida. Ele pode ser considerado mais um princípio orientador do que um design, mas isso não quer dizer que não siga regras e apresente um cenário bem característico.

Aqui, a ideia é aceitar as coisas como elas são e encontrar aspectos positivos na vida simples, que não precisa se preocupar com o consumo acelerado e com o que está na moda no momento.

Casa de Kim Kardashian e Kanye West
Jackie Nickerson/Reprodução

Mesmo que você não esteja pronto para mergulhar no conceito filosoficamente, adicionar alguns princípios em seu interior pode ser um bom ponto de partida se você pretende introduzir o estilo em sua casa.

Separamos todos os detalhes para que você possa entender mais sobre Wabi-Sabi e como incorporá-lo nos seus cômodos:

O que é Wabi-Sabi?

Sala de estar com três janelas grandes
Leticia Almeida/the spruce

Existente desde o século XV, o conceito surgiu como um contraste direto com as tendências dominantes da época – que focavam em abundância e materiais raros. Indo em uma direção oposta, o estilo encontra beleza na imperfeição e conexão profunda com a terra.

Wabi-Sabi significa humildade e simplicidade em harmonia com a natureza (Wabi) e capacidade de aceitar o ciclo de vida das coisas (Sabi).

Dicas para inserir nos ambientes

Conecte-se com a natureza através de materiais naturais

Sala com peças de materiais naturais
Maksim Goncharenok/Pexels

Fuja das peças produzidas em massa e procure pelos itens naturais e reais, geralmente encontrados em lojas independentes e brechós. Eles podem ser incorporados em qualquer ambiente independente das preferências de estética, por apresentar uma variedade de tipos no mercado.

Simplicidade é fundamental, principalmente no layout

Quarto amplo e com janelas grandes
Dmitry Zvolskiy/Pexels

Os itens funcionais são pontos focais nos cômodos, que devem ser construídos em torno dos móveis e com bastante espaço negativo – permita que eles brilhem por conta própria.

Assim que uma base foi estabelecida, faça escolhas sólidas de acessórios, que tenham um propósito funcional – como tigelas, bandejas e plantas.

Continua após a publicidade

Toques pessoais em cada canto

Armário marrom antigo
Vlada Karpovich/Pexels

Adicione na sua casa apenas o que faz sentido para você. Como uma obra de arte que você ama ou que foi pintada pelo seu filho, por exemplo. Viva entre peças cuidadosamente selecionadas e que te tragam alegria.

Não é impecável, mas também não é desorganizado

Pia de pedra e outras peças de materiais naturais
Reprodução/Pinterest

Apesar de não exigir ambientes perfeitamente organizados e projetados, a desorganização não faz parte e, muito provavelmente, nunca será uma regra em nenhum estilo de decoração. Por isso, algumas coisas não precisam estar ajeitadas nos mínimos detalhes.

Quarto com leque pregado na parede

Sim, aqui você tem a desculpa de ter uma cama um pouco mais bagunçada do que o normal. Mas lembre-se que existe uma diferença entre abraçar a essência do estilo e simplesmente se perder na desordem do dia a dia. Tenha certeza que as suas escolhas estéticas são propositais.

Muito aconchego por aqui

Sala de estar ampla e com móveis em formas orgânicas
Reprodução/Pinterest

Um dos sentimentos mais importantes de se investir em uma casa, o aconchego pode ser alcançado através de almofadas, cobertores, incensos, sons de água, tecidos texturizados, tapetes e tudo o que estimule os sentidos.

Luz natural e luz de velas fazem parte da intenção do Wabi-Sabi de nos conectar com o mundo externo. Assim como os tons terrosos e cores claras que devem estar presentes para simularem pureza e leveza.

As regras para o mobiliário 

Mesa feita com tronco de árvore
Reprodução/Pinterest

Como vimos anteriormente, trazer a natureza para dentro dos espaços é o objetivo do Wabi-Sabi. Logo, peças com formatos orgânicos e que resistam ao tempo, ganhando cada vez mais personalidade, são ideais. Visual envelhecido e pátina são muito bem-vindos.

Sala em estilo WabiSabi com macramê na parede e banco
My Move/Reprodução

Peças rústicas e em estado bruto – como pedaços de madeira ou pedras – também recebem uma atenção especial. Outro material importante é a cerâmica, muito presente na cultura japonesa – especialmente porque, se quebrar, é fácil de dar uma nova cara ao item. 

Não se preocupe com as imperfeições

Quarto com cabeceira de madeira e parede cinza
Reprodução/Pinterest

Lascas, quebras ou manchas são os toques finais – pasmem, mas isso pode trazer calma e apreciação pela vida. Se você acabou de adquirir um imóvel antigo, não apague a sua história, abrace e incorpore-a com a sua personalidade!

Continua após a publicidade

Publicidade