Deixe a casa mais confortável com mantas e almofadas

Aprenda como conquistar um décor ainda mais gostoso com a combinação de mantas e almofadas na área social das residências

Por Redação Atualizado em 1 fev 2022, 11h31 - Publicado em 2 fev 2022, 19h00
Na sala, no quarto ou na varanda, as mantas e as almofadas injetam cor no mobiliário, criam texturas no ambiente e estão à mão nos dias mais friozinhos. | Projeto por Studio Tan-Gram Guilherme Marcato/Estúdio São Paulo/Casa.com.br

Uma casa vazia começa a ficar mais calorosa e aconchegante à medida que vai sendo ambientada. As mantas e almofadas fazem parte do grupo de acessórios considerados coringas da decoração. Seja para tornar o cenário ainda melhor, personalizado ou confortável, elas são capazes de causar grandes efeitos visuais na arquitetura de interiores.

Mihn Pham/Unsplash

“Além de aconchego, as mantas e almofadas aquecem os moradores nas noites mais frias, além de agregarem um bem-estar visual e tátil. Além disso, a presença do tecido contribui para a absorção do som, melhorando a qualidade acústica do ambiente”, conta a arquiteta Monike Lafuente, sócia de Claudia Yamada no escritório Studio Tan-gram.

Yehleen Gaffney/Unsplash

Apesar de, na maioria das vezes, seguirem a paleta principal de cores do décor da sala de estar, essas peças contrastam com grandes móveis em tons neutros ou opostos. Assim, se o intuito for evidenciar uma atmosfera mais moderna e despojada, é interessante investir em tecidos e estampas mais marcantes.

Nathan Oakley/Unsplash

Entretanto, se o morador seguir uma linha mais neutra e se o emprego das almofadas e mantas for apenas para complementar, é possível investir em tecidos que dialoguem harmonicamente com as texturas e cores que já estão presentes no sofá. “Primordialmente, buscamos entender qual a intenção do nosso cliente e o estilo do cliente. Só depois podemos buscar pelos itens mais adequados”, discorre Claudia.

Veja também

A harmonia com a decoração do espaço

 

Uma ideia interessante é contar almofadas na mesma cor e tom do sofá da sala. E a manta, em tonalidade mais clara ou escura, pode estar relacionada às características do tapete ou de outras peças maiores que são complementares do ambiente | Projeto por Studio- Tan-Gram Estúdio São Paulo/Casa.com.br

Na hora de decorar o sofá com almofadas e mantas, vale sempre lembrar que elas não assumem papéis individuais no espaço. “Sempre tentamos brincar com a paleta de cores no círculo cromático, ou seja, tons complementares ou análogos. Também gostamos de atuar com várias nuances dentro da mesma família de tonalidade, o famoso ton sur ton, sempre alternando a textura da almofada”, pontua Claudia Yamada.

Continua após a publicidade

Kam Idris/Unsplash

“Tecnicamente, a melhor combinação é a de contrastes e texturas, juntamente com uma paleta de cores harmônicas dentro do círculo cromático. Por exemplo, trabalhar uma cor um pouco mais saturada com uma cor de menor intensidade e com uma textura diferente… Nesse universo, um crochê, uma peça listrada ou texturas de couro também são muito bem-vindos”, reitera Monike.

Combinações de cores e estampas

 

As cores neutras são perfeitas para relaxar e fugir um pouco da agitação do mundo. Uma recomendação indicada por Claudia e Monike é escolher almofadas e mantas que não destoem completamente do tom do sofá | Projeto por Stuido Tan-Gram Estúdio São Paulo/Casa.com.br

Flexíveis, móveis e fáceis de trocar. O contexto em que estão colocados é um ponto decisivo na hora de combinar cores. Se o espaço for muito colorido, a ideia é variar a textura e inserir cores mais neutras.

Spacejoy/Unsplash

Em um contexto oposto, a linguagem mais clara abre frente para a utilização de tons mais expressivos e texturas mais ousadas. “Dentro da questão de combinações de cores, temos as cores complementares como laranja e azul, vermelho e verde, amarelo e violeta, disso. Podemos manusear com essas tonalidades misturando o preto e branco para não ficarem tão saturadas e vibrantes”, expõe Claudia.

Sapcejoy/Unsplash

Além disso, é essencial conceber um equilíbrio na hora das estampas. “Se o desejo for por uma almofada super colorida, é recomendável que seja acompanhada por outra mais sólida e com cores presentes na estampa. Assim, ela realmente se torna um destaque”, detalha Monike, que ainda adverte: “A mistura de estampas pesa e sobrecarrega o ambiente”.

Almofadas e mantas em cada estilo de décor

 

Na sala integrada, o número de almofadas dispostas no sofá emana a ideia de equilíbrio | Projeto por Studio Tan-Gram Estúdio São Paulo/Casa.com.br
  • Boho: Por se tratar de uma decoração mais marcante, a dica é investir em peças estampadas, com franjas e que demonstrem a naturalidade do tecido; veja mais sobre o estilo Boho aqui!
  • Romântico: o estilo pede uma suavidade que pode ser representada por tons pastel ou gradientes de rosa e cinza; veja mais sobre o estilo romântico aqui!
  • Moderno: caracterizado pela atemporalidade, a aposta é mesclar o clean com salpicados de cor. Também é possível investir em uma fusão entre estampas e o liso, além de outras tonalidades;
  • Estilo clássico: que permite uma composição totalmente neutra, em que todas as cores combinam entre si e possui praticamente o mesmo tom. Quase sempre são empregados o preto, branco e cinza, geralmente em escalas exatas ou muito próximas àquelas presentes no sofá.
Continua após a publicidade

Publicidade