Retrofit em duas casas de família recupera estilo colonial das construções

O projeto da arquiteta Guta Louro respeitou a memória afetiva da moradora, mas também modernizou os imóveis com mobiliário contemporâneo

Por Redação Atualizado em 6 Maio 2022, 16h54 - Publicado em 8 Maio 2022, 13h00
Casa em estilo colonial
Romulo Fialdini/Casa.com.br

Era uma vez, na cidade de Jarinu (SP), duas casas construídas para uma família finlandesa – ali, a filha do casal criou boas memórias de infância. Corta para 20 anos depois: os pais já haviam voltado para a Finlândia e a propriedade é passada para o nome da filha, que mora há anos no Brasil.

Casa branca em meio ao verde no interior de São Paulo
Romulo Fialdini/Casa.com.br

Seu filho, após uma temporada fora do país, retorna ao Brasil e ela resolve reformar as duas casas de campo, uma para si mesma e a outra para ele.

Coube à arquiteta Guta Louro o projeto de reforma e decoração de ambas as casas, cada uma com cerca de 80 m² e inseridas em meio ao verde, em um terreno de 5.000m². A moradora buscava conforto, um lugar para descansar nos finais de semana e receber toda família quando viessem visitá-la.

Sala de estar com vigas de madeira, sofá branco e cadeiras marrons e tapete turquesa
Interior da casa 01 Romulo Fialdini/Casa.com.br

“Ela queria que os pais ficassem alegres com a reforma das casas e que elas carregassem a memória dos momentos que viveram lá. Para isso, deveríamos manter a estrutura delas, deixando em boas condições, com cara de casa habitada e bem cuidada”, explica Guta, apontando que a “casa 01” seria usada por ela e a “casa 02” pelo filho.

Sala de estar com vigas de madeira, sofá branco e cadeiras marrons e tapete turquesa
Interior da casa 01 Romulo Fialdini/Casa.com.br

“A moradora tem uma personalidade espirituosa, possui vários cachorros e ama ficar ao ar livre. Sua casa de campo deveria ser o lugar perfeito para andar descalça, relaxar e observar a natureza. Já a casa do filho deveria servir ao mesmo propósito, mas também ser um bom espaço para receber amigos”, complementa a arquiteta.

Foram feitas então grandes reformas em ambas as casas, da revisão do telhado e reforma de toda a rede elétrica até detalhamentos de armários e especificação de acessórios e acabamentos.

Varanda com mesa de madeira, churrasqueira branca e cadeiras azuis
Casa 02 Romulo Fialdini/Casa.com.br

Uma delas tinha um estilo mais colonial (“casa 02”), enquanto a outra era uma mistura de estilos.

“Adequamos a fachada da primeira casa ao estilo colonial, sem alterar sua estrutura ou fundação. Trocamos todos os revestimentos e cores das duas construções e modernizamos os acessórios e layout para se adequarem às necessidades do cotidiano moderno, sem interferir no visual colonial: brincamos com ladrilho hidráulico, utilizamos madeira de demolição nos pisos e escolhemos cores alegres e relevantes ao período que pretendíamos preservar”, descreve a arquiteta.

Cozinha com vista para a natureza e armários todos de madeira
Casa 01 Romulo Fialdini/Casa.com.br

Já a “casa 01” ganhou ainda novo layout, com alteração do acesso à sauna, conversão da área de descanso em um banheiro extra e criação da sala de TV. O banheiro da suíte máster, que antes era o único da casa, passou a ser conectado apenas à suíte. Também foi criada uma área de serviço e uma pequena varanda para a suíte máster. Todas as portas e janelas foram trocadas, assim como todos os revestimentos e acabamentos.

Continua após a publicidade

Sala de estar com poltrona cinza, sofá verde, vigas de madeira
Casa 02 Romulo Fialdini/Casa.com.br

Já a “casa 02”, apesar de reformada, não teve nenhuma alteração significativa no seu layout original, ganhando apenas uma varanda em um dos dormitórios e uma churrasqueira no terraço. Todas as janelas foram mantidas e reformadas, mas as portas, revestimentos e acessórios foram trocados. O layout do banheiro também foi atualizado.

Casa e piscina em meio à natureza
Romulo Fialdini/Casa.com.br

Do lado de fora, o revestimento de piso externo é novo em ambas as casas, assim como o da piscina. Já o novo projeto para o deck e a circulação da área externa foram feitos em parceria com a Landscape Jardins e a paisagista Maria Fernanda Marques.

“Encontramos alguns desafios ao longo da execução de obra, como em qualquer projeto de retrofit de imóveis antigos ou sem manutenção, mas nada fora do ordinário ou que requeresse mudanças no projeto original desenhado por mim”, afirma Guta.

Cozinha com armários de madeira
Cozinha da casa 02 Romulo Fialdini/Casa.com.br

Em paralelo ao andamento da obra, foi feito o projeto de design de interiores e decoração, finalizado a tempo para ela receber toda a família da Finlândia para as festas de final de ano. O ponto de partida para o design foi o estilo colonial da “casa 02”, adotado também para a outra casa, criando uma ligação entre elas.

Foram escolhidos materiais que se assemelhassem aos utilizados nas casas coloniais de Minas Gerais, como piso de madeira rústico, balaústres nas varandas, portas de madeira maciça, batentes largos, ladrilhos hidráulicos e janelas coloridas.

Mesa de jantar e cadeiras em casa
Sala de jantar da casa 02 Romulo Fialdini/Casa.com.br

“Usamos ladrilhos com desenhos e cores customizadas, piso de madeira de demolição em peroba rosa, portas maciças e armários em cumaru. Na segunda casa, o revestimento do teto é feito em palha sintética, da Nani Chinelatto”, especifica a arquiteta.

No mobiliário, foram usadas diversas peças do design brasileiro contemporâneo, mas que mantêm um diálogo com o estilo das casas, trazendo elementos como a madeira, a palhinha e outras texturas naturais.

Sala com vigas de madeira no teto e poltronas marrons
Sala da casa 01 Romulo Fialdini/Casa.com.br

Segundo a arquiteta, todo o projeto foi, portanto, pautado pela memória afetiva da moradora.

“Partimos da conservação e cultivo da história. O carinho com o qual a moradora guarda as lembranças vividas nestas duas casas e o desejo dela de voltar a viver lindos momentos nelas é inspirador. O cuidado e importância que ela dá à natureza e à preservação de boas energias também me incentivou a certificar que estas duas casas teriam cores e detalhes alegres, que estimulassem esse estilo de vida”, conclui Guta.

Curtiu? Confira mais fotos e detalhes das casas na galeria:

Continua após a publicidade

Publicidade