Casa de campo de 195 m² é um refúgio que se camufla entre as árvores

O projeto fica em Mairiporã e foi criado pelo escritório Macro Arquitetos sem mexer em nenhuma árvore que existia no local

Por Redação Atualizado em 9 jul 2021, 17h22 - Publicado em 10 jul 2021, 08h00
Fotos: Victor Affaro/Produção: Nuria Ulina/Casa.com.br

Quem não está precisando fugir um pouco da realidade estes tempos? Esta casa de campo, localizada em Mairiporã, foi criada para um casal que queria um refúgio mais próximo da natureza. Com 195 m², o projeto é assinado pela Macro Arquitetos.

Fotos: Victor Affaro/Produção: Nuria Ulina/Casa.com.br

Os profissionais explicam que “a ideia foi criar um espaço que pudessem reunir os amigos e familiares em volta de ambientes acolhedores, aconchegantes, sem divisões por paredes, somente por ambientes de uso, e sempre que possível houvesse uma conexão visual com a natureza” .

Fotos: Victor Affaro/Produção: Nuria Ulina/Casa.com.br

Por se basear na integração com a natureza, o programa não mexeu em nenhuma árvore que estava no terreno e optou por espaços integrados com bastante transparência, deixando o verde entrar.

Veja também

“Fizemos diversos testes para que fosse possível preservar os ipês no gramado, a jabuticabeira e a pitangueira que ficaram no deck”, comentam.

Continua após a publicidade

Fotos: Victor Affaro/Produção: Nuria Ulina/Casa.com.br

Os materiais acompanham essa lógica natural: pedra e madeira são os protagonistas. “Todos os materiais usados são elementos naturais, nada industrializado. Piso em cimento queimado, teto em concreto aparente, paredes revestidas em pedra, pilares revestidos em madeira carbonizada, madeira de demolição nas prateleiras, deck em cumaru, esquadrias em ferro pintado de preto, e parede branca com reboco rústico”, afirmam os arquitetos.

Na casa, os moradores e seus convidados podem desfrutar de uma grande lareira na sala e de uma cozinha equipada com fogão a lenha e até forno de pizza. Do lado de fora, há piscina e um deck integrado com as copas das árvores. Dali, mesmo durante a noite, é possível contemplar a natureza, já que pontos de luz foram instalados nas árvores.

Gostou? Veja mais fotos na galeria:

 

Continua após a publicidade

Publicidade