Reforma garante personalidade e conforto para um apartamento de 70 m²

Com projeto assinado pela Hoearquitetura, o apartamento com inspiração no conceito de loft living fica em São Paulo

Por Redação Atualizado em 25 fev 2022, 15h08 - Publicado em 26 fev 2022, 13h00
Sala de estar integrada, com piso de madeira, parede azul e de tijolinhos
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

Uma reforma para um apartamento de 70 m² localizado na Chácara Santo Antônio, zona sul de São Paulo, tem projeto assinado pelo escritório Hoearquitetura, liderado pela arquiteta Cecilia Hoe. A proposta era que a moradia proporcionasse uma experiência de sensações, conforto, relaxamento, bem-estar, interação, reflexão, restauração de energias e estímulos positivos.

Sala de estar integrada, com piso de madeira, parede de tijolinhos, ao fundo, varanda com rede
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

Antes da reforma, o apartamento contava com ambientes compartimentados e, por isso, menores, como era o caso da cozinha. Uma parede separava o corredor para os quartos da sala de estar e havia dois dormitórios fechados. O escritório optou por eliminar as paredes da cozinha, reposicionou o banheiro para a área de serviço, removeu a parede do corredor e abriu um dos quartos, integrando ao estar, o qual passou a ser uma sala tatame.

Sala de estar jantar, com piso de madeira, e cozinha com móveis marrons e aprede azul à esquerda
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

A inspiração para o projeto veio do conceito de loft living, que surgiu na década de 1950 em Nova York, quando artistas começaram a usar galpões comerciais e industriais no bairro do Soho como ateliê e moradia.

Veja também

Sala de estar jantar, com piso de madeira, e cozinha com móveis marrons
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

Para assumir esse conceito, a arquiteta criou espaços integrados e abertos, com objetivo de refletir o modelo de vida contemporâneo. Além disso, essa característica tem relação direta com o estilo industrial em que as estruturas e infraestrutura são deixadas aparentes.

Parede de tijolinhos atrás do sofá branco com um grande paisagem em preto e branco emoldurada
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

Exposição de vigas de concreto e materiais com diferentes texturas, como o tijolo cerâmico, a madeira de demolição, a palhinha e a serralheria garantiram um toque rústico ao décor. Para proporcionar aconchego e conforto aos ambientes, o escritório usou cores fortes em determinados planos, iluminação indireta, arte e vegetação.

Sala de estar integrada, com piso de madeira, parede de branca
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br
Continua após a publicidade

No projeto de interiores, o desenho do mobiliário visou o aproveitamento máximo dos espaços, para gerar a sensação de amplitude. A estante suspensa, a mesa da sala de jantar e a mesa lateral misturam estrutura com cantoneiras metálicas e madeira de demolição.

Quarto de casal com cama branca e parede cinza
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

O aparador, o rack e a cama de casal misturam madeira de demolição com o trabalho de palha natural trançada. Já na cozinha, a opção foi por um desenho limpo e sóbrio, com linhas retas e monocromia na cor cinza chumbo.

Banheiro branco com pastilhas vermelhas dentro do box
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

O apartamento conta com a presença de muita arte de parede, como fotografias e gravuras, bem como peças de valor afetivo, peças de cerâmicas, uma minibiblioteca de arquitetura, arte e fotografia, peças de tapeçaria e de plantas, que completam o ambiente de forma marcante e com muita personalidade.

Varanda com deck de madeira e rede de descanso
Eli K. Hayasaka/Casa.com.br

O projeto de iluminação foi trabalhado especialmente com luz direta, como trilhos com spots, arandelas e sanca com fita de LED sobre as bancadas. No dormitório, a luminária com luz indireta torna o ambiente mais confortável e na sala do tatame, uma arandela de madeira cria um espaço agradável e acolhedor.

Veja mais fotos na galeria abaixo:

 

Continua após a publicidade

Publicidade