O que é Loft? Um guia completo sobre essa tendência de morar

Descubra a história e características deste tipo de projeto e inspire-se com lofts nos mais diferentes estilos

Por Ana Harada Atualizado em 27 fev 2022, 00h15 - Publicado em 27 jan 2022, 19h00

loft com piso em madeira clara e paredes brancas. Grande bancada de cozinha à esquerda e mesa de jantar em madeira à direita. Ao fundo, sofá e tapete coloridos

O que é Loft?

 

Se você é um apaixonado por arquitetura e decoração (ou se você é um dos nossos leitores e curte as matérias de Casas e Apartamentos), o termo “loft” provavelmente já surgiu na sua frente.

História

 

fotografia preta e branca de rua vazia com apenas um carro e prédios velhos
Fotografia da Crosby Street em Nova York em1978 Thomas Struth - Met Museum/Reprodução

A palavra tem suas origens em expressões inglesas, germânicas e nórdicas antigas (lofte, luft, luftluz, lyft) que remetiam a alturas elevadas ou ao próprio ato de elevar algo. Historicamente, em termos de arquitetura, os lofts são os espaços que ficam logo abaixo do teto das construções, como mezaninos e sótãos. Originalmente, eram espaços logo abaixo das coberturas de galpões, armazéns, celeiros ou fábricas.

foto preta e branca de Andy Warhol sentado em sofá em seu flat
Andy Warhol descansando em seu flat. Decoracion Facilisimo/Reprodução

Porém, a ideia de loft tal qual a conhecemos nasceu nos anos 1970 em Nova York, quando artistas começaram a reaproveitar e reciclar os espaços de galpões industriais do bairro Soho (que vinha passando por um processo de desindustrialização) e transformando-os em suas moradias e ateliês.

Neles, não havia divisão entre os cômodos ou separação entre os locais de trabalho e de morar. Era uma saída prática para utilizar os grandes imóveis disponíveis.

loft com grandes janelas e sofá em formato L; quadros apoiados no chão e nos móveis

Com o tempo, a moda acabou pegando e o mercado imobiliário se apropriou do modelo, que então tornou-se mais elitizado. O Soho é atualmente um bairro bastante valorizado em Nova York pelo seu hype na cena cultural.

Hoje, os dicionários definem loft já como um tipo de apartamento. Segundo o dicionário Michaelis, loft é:

1. Andar alto de um edifício, geralmente o último piso, amplo e sem divisões, adaptado para diversos usos, quase sempre estúdio de arte ou residência.
2. Apartamento não convencional, sem as divisões tradicionais, com um espaço comum para vários ambientes, com apenas o banheiro em outro recinto: Os lofts são preferidos, geralmente, por solteiros ou casais sem filhos.

Quais as características de um loft?

 

loft industrial com parede de tijolos, vigas expostas e lareira na sala

Resumidamente e para fins práticos, hoje quando falamos de loft estamos nos referindo a apartamentos urbanos:

  • amplos
  • sem divisões
  • em andares altos
  • com decoração industrial (que se remete aos galpões nova iorquinos).

Trata-se, portanto, de um tipo de projeto associado a estilos de vida menos tradicionais e mais “cool”.

Veja também

Qual a diferença entre loft e kitnet?

 

loft com piso em madeira e paredes brancas, viga branca exposta
6sqft/Reprodução
Continua após a publicidade

A diferença fundamental entre loft e kitnet é o tamanho. É claro que pode haver exceções, e você encontrará lofts pequenos, contudo, o loft é, em essência, um imóvel maior, enquanto a kitnet é compacta. Eles se aproximam, todavia, na parte de integração dos espaços e ausência de divisões.

loft com piso em madeira clara e viga exposta no centro, com árvore; sofá amarelo e estantes com livros nas duas paredes.
Loft do filme O Diabo Veste Prada. Reprodução/Casa Vogue

O ponto é que nas kitnets o recurso da integração tem função mais prática do que estética: como a área é limitada, juntar os cômodos em ambientes multifuncionais é o jeito de garantir uma residência completa para o morador.

Modelos de loft

 

Ainda que o estilo industrial seja o original para os lofts, é possível decorá-los nos mais diversos estilos. Veja algumas inspirações abaixo:

Loft Industrial

 

O estilo industrial era o utilizado nos primeiros lofts urbanos dos anos 1970. Neles, utiliza-se bastante o cimento queimado, estruturas aparentes e metais. Pense em uma decoração de fábrica, afinal os lofts eram fábricas antigas. Plantas, madeira e toques de cor ajudam a aquecer os ambientes e equilibrá-los para que a casa também fique aconchegante.

Loft Minimalista

 

O minimalismo prega decorações essenciais, sem excessos. Em um loft minimalista cada peça tem a sua função, nada está ali à toa. Paletas de cores mais contidas e monocromáticas criam a sensação de pureza.

Loft Rústico

 

O loft rústico retoma a ideia dos lofts em galpões e celeiros. O estilo rústico aproveita materiais brutos e naturais, como madeira e pedras, para criar espaços bastante acolhedores e com uma cara mais campestre.

Loft Moderno

 

A decoração dos lofts modernos é mais flexível. Projetos contemporâneos de lofts podem adotar praticamente qualquer recurso que seja conveniente para as necessidades e preferências do morador. De jardins verticais até paletas vibrantes e mezaninos, qualquer coisa vale!

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade