Projeto cria lar leve e minimalista em apê de 138m²

O apartamento de 138 m² foi assinado pela Stemmer Rodrigues, com conceito de receber bem

Por Redação Atualizado em 25 jan 2022, 11h37 - Publicado em 26 jan 2022, 13h00
Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

O apartamento Pequi, com arquitetura da Stemmer Rodrigues em Porto Alegre, nasce do desejo dos moradores, um casal com quatro filhos (que já não vivem com os pais) em construir um morar leve e que simplifica a vida, abrindo espaço para o essencial.

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

Nos 138m² de área do imóvel, o programa partiu do conceito do receber bem e com conforto a todos os filhos e os amigos, e neste sentido a escolha dos mobiliários e a integração da sala foram essenciais em toda concepção.

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

A elegância e a unidade de linguagem podem ser vistas nas cores e nos desenhos de marcenaria ao longo dos ambientes, como no quarto do casal e nos ambientes sociais do apartamento.

Veja também

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

“Ficamos duplamente felizes com este projeto – ele é uma das unidades do edifício que incorporamos e assinamos a arquitetura, o Poema, e pertence a clientes com muito repertório e conhecimento do design brasileiro, o que nos agradou muito na hora de pensar o conceito que levaríamos ao Pequi”, explica Paulo Henrique Rodrigues, sócio-fundador da Stemmer Rodrigues.

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

Ao entrar no apartamento, à direita, um lavabo camuflado em um painel de madeira que acomoda os calçados na chegada, dá as boas-vindas e as salas integradas recebem com bastante fluidez e visão de todo espaço. As janelas rasgam todo apartamento, deixando bastante luz natural entrar.

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

Já a cozinha recebeu um grande volume branco laqueado nas bancadas e armários para entregar um ambiente leve, sofisticado e inteligente para o uso no dia a dia. Uma outra bancada em madeira Pequi – que dá o nome ao projeto – recobre a ilha que conecta salas e cozinha.

Continua após a publicidade

Neste núcleo encontra-se também um nicho para acomodar a lava louças, adega e fornos. A lavanderia foi acomodada de forma mais discreta ao fundo da cozinha.

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

Nas salas, móveis brasileiros e uma paleta de cores suaves intercalada com tons escuros revestem os estofados, pisos e outros mobiliários. Uma mesa com um longo banco e cadeiras comporta oito pessoas e foi pensada estrategicamente para os momentos de convívio da família.

Já o piso de madeira foi instalado de forma diferenciada, recobrindo as paredes até a altura dos peitoris, criando uma sensação de continuidade do espaço e aumentando a amplitude.

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

No caminho para a área íntima espelhos revestem as paredes que levam às duas suítes – originalmente eram três, mas o projeto revisou a distribuição para as necessidades dos moradores – sendo uma a suíte máster do casal e a outra um quarto destinado ao home office e com sofá-cama para visitas.

Lucas Franck/NMLSS/Casa.com.br

No quarto do casal, grande destaque do projeto, toda marcenaria foi desenhada em detalhes, assim como a escolha das cores – como o verde profundo e botânico e tons suaves – e itens de decoração mais sóbrios.

No layout proposto, a cama foi alocada voltada para a vista, de costas para uma parede que setoriza os usos da suíte master. Por trás desta parede, está o banheiro com uma grande ilha e os armários do closet.

Veja todas as fotos do projeto na galeria!

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade