Casa Created with Sketch.

Apê térreo de 85 m² investe no contraste de texturas e paleta clara

O projeto é a renovação de um apartamento dos anos 1930, em Melbourne, na Austrália e é assinado pelo escritório Molecule

 (Martina Gemmola/BowerBird)

O “Otway Apartment” é um projeto de renovação de um apartamento térreo de 85 m² em um bloco Art Déco dos anos 1930 em Hawthorn, em Melbourne, na Austrália.

O escritório Molecule percebeu que os interiores precisavam de uma modernizada: a paleta creme e amarela dos anos 90 estava desatualizada e cansativa, os espaços sofriam com um excesso de vias de circulação e havia pouco ou nenhum armazenamento ou bancada funcional na cozinha e no banheiro.

 (Martina Gemmola/BowerBird)

“Nossa filosofia de design, ao responder às condições do patrimônio, é projetar novas inserções respeitando, em vez de uma reprodução, do passado. Procuramos remover quaisquer renovações anteriores de mau desempenho e celebrar os detalhes originais, molduras, ranhuras e chanfros que dão a proveniência do espaço”, explica a profissional.

Veja também

 (Martina Gemmola/BowerBird)

No novo layout, a principal alteração foi a separação da cozinha da entrada, por meio da inserção de um armário de marcenaria dentro de uma porta pré-existente. A separação de espaços serve para isolar os ruídos e odores da cozinha dos quartos. Para manter os custos baixos, o piso de madeira existente e os pontos de encanamento foram reaproveitados.

 (Martina Gemmola/BowerBird)

Ainda na cozinha, foram criadas “estações funcionais” em marcenaria, cada uma com seu próprio uso designado, incluindo café da manhã, eletrodomésticos, lavagem e cozimento. Existem referências sutis aos detalhes Art Déco existentes nas curvas, chanfros e abatimentos dentro da nova linguagem do mobiliário.

Um fogão independente utiliza a lareira e a chaminé originais, com uma atualização contemporânea de forro de azulejos e um exaustor integrado.

 (Martina Gemmola/BowerBird)

A paleta de cores foi escolhida pensando na atemporalidade e durabilidade. Revestimentos claros trazem um senso holístico de calma para todo o espaço e um rico pano de fundo para a extensa coleção de móveis e obras de arte dos clientes.

 (Martina Gemmola/BowerBird)

O projeto se preocupou também em manter as características e charme do estilo Art Déco. As ricas texturas de laje de mosaico, ladrilho cerâmico, vidro canelado, laminado tonal, bronze escuro e folheado de madeira ironbark criam texturas nas superfícies, enquanto ferragens de bronze e ferragens de portas não são lacadas e vão se desgastando com o tempo, contam a história da ocupação pelos atuais proprietários e zeladores do apartamento.

Confira mais fotos na galeria abaixo!

*Via BowerBird

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.