Casa de vidro deslumbrante na Austrália é ecologicamente correta

Feito para aproveitar o máximo da luz do sol no inverno, o projeto levou 18 meses para ser concluído.

Por Kym Souza Atualizado em 25 Maio 2021, 20h14 - Publicado em 26 Maio 2021, 08h00

O projeto assinado pelo escritório Hobbs Jamieson Architecture, em Willoughby, na Austrália, precisava ser uma casa contemporânea térrea, leve, aberta e ecologicamente correta. O resultado foi um projeto com muito vidro, para aproveitar a luz solar, mas de forma que a privacidade dos moradores não fosse prejudicada.

A casa é construída tendo a piscina como centro do projeto. Ela pode ser vista da sala e dos corredores que dão acesso aos outros cômodos. A fachada é feita com tijolos, com pontos vazados, como cobogós, que permitem a entrada de luz. A hall de entrada é uma área gourmet, com churrasqueira e mesa.

Os tons claros e sóbrios são dominantes na casa, com a marcenaria e móveis fazendo o papel de acrescentar cor aos ambientes. Na cozinha, os armários em azul funcionam como uma moldura para o cômodo, que tem as paredes pintadas na mesma cor. No centro, uma bancada de mármore com pia e espaço para quatro banquetas cria um espaço para refeições rápidas.

Veja também

Na sala de estar, integrada com a cozinha, um grande sofá em L adorna o cômodo, junto de uma poltrona azul e mesa de centro redonda. Um tapete em tom muito parecido com o do chão de cimento queimado e um vaso com planta finalizam a decoração do ambiente bem iluminado por conta da parede de vidro.

Continua após a publicidade

Luc Remond/BowerBird

Nos banheiros, o estilo industrial segue dominante, com as paredes e chão em cimento queimado. As louças brancas foram combinadas com misturadores e torneira prata e móvel bege em um deles; prata e roxo no segundo; e dourado e azul no que também tem uma banheira.

Luc Remond/BowerBird

O home office amplo conta com armários brancos e um sofá-cama, para hóspedes. Assim como na lavanderia, sala de jantar e cozinha, uma porta dá acesso à área externa da casa. Uma varanda com sofás permite visão ampla do quintal gramado.

Luc Remond/BowerBird

Aprovado sob o código de desenvolvimento em conformidade, o projeto de 280 m² foi construído em 18 meses. Veja na galeria todas as fotos:

*Via BowerBird

Continua após a publicidade

Publicidade