Casa Created with Sketch.

10 apartamentos com layouts flexíveis 

Esses espaços podem ser reconfigurados com mobílias ou paredes móveis

 (Javier de Paz García/Dezeen)

Para quem procura uma casa que consegue se ajustar às suas necessidades ou para os que gostam de mudar o seu visual constantemente, essa pode ser uma opção. Com divisórias deslizantes e soluções de armazenamento inteligentes, as moradias adaptáveis conseguem dividir os espaços ou incorporar salas reconfiguráveis para vários propósitos.

 (Reprodução/Dezeen)

Esses tipos de intervenções são frequentemente usadas em locais menores e studios, ajudando a utilizar muito bem o tamanho limitado. De móveis dobráveis, sobre rodas e até lugar para depósito no teto, tudo é válido ao aplicar esses layouts alternativos. Gostaria de saber mais? Confira 10 projetos que fornecem inspiração visual para designers e entusiastas do design:

1. Apartamento 402, Japão – por Hiroyuki Ogawa Architects

 

 (Kaku Ohtaki/Dezeen)

Esse estudio, em Tóquio, projetado por Hiroyuki Ogawa Architects, possui uma tela deslizante de madeira para dividir o interior da casa em dois. A peça forrada com padrões separa a área principal – que pode ser utilizada como sala de estar, sala de jantar ou quarto – de uma zona secundária que contém o quarto principal, cozinha e lavabo.

 (Kaku Ohtaki/Dezeen)

A tela ainda permite que o interior seja totalmente aberto para formar um lugar de plano aberto ou segmentado para privacidade.

2. MJE House, Espanha – por PKMN Architectures

 

 (Javier de Paz García/Dezeen)

Localizado na costa espanhola, essa moradia contém paredes de armazenamento modulares e móveis na área de estar principal.

 (Javier de Paz García/Dezeen)

Eles podem ser girados para incluir diferentes áreas do cômodo, de modo que podem ser utilizados ​​como quartos. Cada uma das divisórias móveis, construídas em aço e madeira, incorpora uma cama dobrável.

3. Apartamento didomestic, Espanha – por Elii Architects 

 

 (Miguel de Guzmán/Dezeen)

O estúdio espanhol Elii Architects converteu esse loft em uma casa que aproveita ao máximo seu espaço e pode ser adaptada para diferentes atividades.

 (Miguel de Guzmán/Dezeen)

Itens para construir separações alteráveis em rosa permitem que o térreo seja aberto ou dividido em ambientes menores.

 (Miguel de Guzmán/Dezeen)

Depósitos e móveis ocultos, como uma penteadeira dobrável embutida no piso do mezanino, bem como estantes, mesas e cadeiras que caem do teto, proporcionam ao morador uma casa flexível e intercambiável.

4. Susaloon, Espanha – por Elii Architects 

 

 (Miguel de Guzmán/Dezeen)

A mobília tradicional, nesse lar dividido por uma tela translúcida, foi substituída por móveis dobráveis ​​pendurados nas paredes.

Veja também

 (Miguel de Guzmán/Dezeen)

Assim, a área pode ser adequada para vários fins – jantar, trabalhar, dormir ou até mesmo para fazer massagens.

5. All I Own House, Espanha – por PKMN Architectures

 

 (Javier de Paz García/Dezeen)

Esse apartamento de um andar foi atualizado para criar uma série de áreas adaptáveis e de trabalho. A cozinha, o quarto e os espaços de armazenamento foram incluídos através de um dos conjuntos de peças móveis, que foram construídas com tábua de madeira orientada.

 (Javier de Paz García/Dezeen)

Elas podem ser deslizadas ao longo das trilhas e movidas para atender às necessidades dos usuários ao longo do dia.

6. Flat 27A, Hong Kong – por Design Eight Five Two

 

 (Hazel Yuen Fun/Dezeen)

O Design Eight Five Two incorporou paredes deslizantes e móveis ajustáveis ​​para maximizar o uso do tamanho limitado nessa casa de 51m² em Hong Kong.

 (Hazel Yuen Fun/Dezeen)

Ela foi equipada com depósito oculto, nichos modificáveis e uma mesa de jantar com rodas que pode ser posicionada para se adequar a uma variedade de atividades diárias.

7. Studio flat, Austrália – por Catseye Bay

 

 (Reprodução/Dezeen)

Esse lar de 36m², em Sydney, é composto por três cômodos – um quarto, uma cozinha e um banheiro.

 (Reprodução/Dezeen)

Catseye Bay utilizou volumes de contraplacado de bétula para construir locais informais para acomodar guarda-roupas, estantes de livros e uma cama.

 (Reprodução/Dezeen)

O volumoso item foi colocado em um ângulo que visa ocultar cada função de outras áreas da sala.

8. Apartamento em Tel Aviv, Israel – por Ranaan Stern

 

 (Gidon Levin/Dezeen)

Construído para um artista, este estúdio com sala de estar foi projetado para ser um lugar para trabalhar, morar e exibir objetos.

 (Gidon Levin/Dezeen)

Uma cama embutida dobrável foi posicionada dentro das grandes unidades de depósito que cobrem as paredes da moradia. Gavetas, armários e pegboards cobrem as paredes para maximizar o espaço.

9. Casa e escritório, Itália – por Silvia Allori

 

 (Simone Bossi/Dezeen)

Uma residência em Florença, Itália, recebeu uma nova aparência para atender o dia a dia e trabalho dos moradores. A arquiteta adicionou móveis dobráveis ​​e armazenamento oculto. Uma mesa cai da parede para revelar uma estante de livros atrás e uma unidade embutida abriga sofás que podem ser transformados em camas.

 (Simone Bossi/Dezeen)

Uma cortina metálica dourada foi disposta para esconder as superfícies de trabalho no hall de entrada, que também funciona como cozinha.

10. Interior for Students, Russia, por Ruetemple 

 

 (Reprodução/Dezeen)

Esse cubo sobre rodas é um item com assentos que também consegue virar um local para dormir dentro desse apartamento.

 (Reprodução/Dezeen)

A peça de mobiliário modular é composta por três partes que podem ser dispostas para formar uma longa linha de sofás, ou colocadas em uma formação de cubo para que possa ser usufruída como uma cama ou uma sala fechada.

*Via Dezeen

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.