Casa Created with Sketch.

Reforma transforma estúdio de 24 m² em lar iluminado e integrado

O apartamento de 24 m² teve a estrutura alterada para integrar os ambientes, para aumentar o espaço e a iluminação

A cliente, que mora no Rio e viaja a São Paulo constantemente, havia comprado o imóvel dos avós há algum tempo e com o passar dos anos, dois pontos começaram a incomodá-la: o apartamento de 24 m² era muito escuro e com muitas divisões para pouco espaço.

Foi então que decidiu contatar o escritório Antonio Armando de Araújo – Arquitetura e Design para a reforma, pensando também, além do uso próprio, em locação temporária, já que a rua estava valorizando bastante com a chegada de um hotel.

 (Evelyn Müller/ArchDaily)

Em relação às mudanças estruturais, a parede que separava a cozinha e a sala de estar foi demolida. Toda a tubulação de água e gás da cozinha também precisou ser alterada para adequação ao novo layout.

Veja também

O armário, que dividia o quarto da sala, também foi todo removido. Além disso, todo o piso do apê e revestimentos foram trocados. O maior desafio foi adequar o projeto ao orçamento previsto.

 (Evelyn Müller/ArchDaily)

Com a integração dos ambientes, outro ponto difícil de resolver foi o armário do dormitório. Surgiu então a ideia de fazer uma estante closet inclinada que percorre quase toda a extensão do apartamento. Este elemento, em compensado aparente e estrutura metálica com pintura eletrostática, sem dúvida, é o maior destaque do projeto.

 (Evelyn Müller/ArchDaily)

Na parte do dormitório, é utilizada como guarda-roupa e caixas ajudam na organização. A sala conta com poucos elementos mais decorativos e também foram usadas caixas para ajudar na organização.

 (Evelyn Müller/ArchDaily)

O sofá, desenhado pelo escritório, feito sob medida, desempenha várias funções. Do lado da cama, tem gavetas. Já do lado da sala, foi reservado um espaço para escada, aspirador, rodo e vassouras.

 (Evelyn Müller/ArchDaily)

No banheiro o mesmo revestimento da cozinha foi instalado, com paginação diferente. Os azulejos usados foram o metro gray, enquanto a marcenaria do banheiro é toda em compensado naval e a bancada do lavatório em Teca natural. O piso do restante da casa é todo em cimento queimado feito em obra e depois impermeabilizado. E sem rodapé!

Veja todas as fotos do projeto na galeria!

*Via Archdaily

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.