Casa Created with Sketch.

Projeto deixa apê de 32 m² mais funcional e aconchegante

Comandando pelo escritório STAL Arquitetura, o projeto focou em soluções inovadoras e práticas para encantar um possível locatário

 (Fernando Crescenti/Casa.com.br)

O escritório de STAL Arquitetura, comandado pelas arquitetas Alessandra Pinho e Stella Pinheiro, assina este projeto de 32 m² localizado no bairro do Panamby, em São Paulo. Como se trata de um imóvel para locação, a ideia era formatar um apartamento que fosse aconchegante, funcional, prático, que se diferenciasse dos demais e encantasse o possível locatário.

 (Fernando Crescenti/Casa.com.br)

Quarto, banheiro, sala integrada, cozinha e home office receberam novo layout projetado pela dupla. “Fizemos uma reforma para deixar o espaço o mais aconchegante e funcional possível”, comenta a arquiteta Stella Teixeira.

Veja também

 (Fernando Crescenti/Casa.com.br)

Apesar da metragem, o apartamento tem tudo muito bem distribuído de forma a não pesar os ambientes e não atravancar as circulações. “O destaque fica por conta do janelão da sala, com uma vista linda, de frente para a entrada, que também colabora muito com a luminosidade e amplitude do espaço”, diz Stella.

 (Fernando Crescenti/Casa.com.br)

Como em todos os projetos, cada detalhe precisa ser pensado e planejado. Mas em um apartamento menor, essa preocupação é ainda mais importante. “Nesse projeto, invertemos o layout original para tomarmos partido da parede maior, onde projetamos a estante com espaço para a geladeira, televisão e mesa de escritório” relata a arquiteta.

 (Fernando Crescenti/Casa.com.br)

Todo o projeto de marcenaria foi desenhado pelo escritório e executado pela Oliveira Designer. “Quanto menor o espaço, maior o desafio, e nesse projeto o maior desafio, sem dúvida, foi acomodar tudo o que um apartamento precisa de forma agradável e aconchegante”, finaliza Teixeira.

Confira mais fotos na galeria abaixo:

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.