Concreto é o elemento chave de apê de 180m² composto por dois imóveis

O apartamento é formado por duas unidades vizinhas e tem projeto assinado pelo escritório Calamo Arquitetura

Por Redação Atualizado em 30 jun 2022, 21h55 - Publicado em 3 jul 2022, 13h00
Sala de jantar integrada com mesa e cadeiras em madeira;
Guilherme Pucci/Casa.com.br

Este apartamento de 180m² é na verdade composto por duas unidades vizinhas idênticas espelhadas. Ele é a morada de um casal que morava no Chile e decidiu voltar ao Brasil. O escritório Calamo Arquitetura aceitou o desafio de transformar o imóvel dos anos 1980 em um lar contemporâneo, integrado e aconchegante.

Por se tratar de uma união de dois apartamentos, o layout foi bastante adaptado, de forma a deixar cada espaço bem definido.

Sala de estar com sofá azul; tapete listrado; home office ao fundo
Guilherme Pucci/Casa.com.br

As áreas de cozinha e lavanderia foram concentradas na “asa B” do apto, e o escritório e um lavabo na “asa A”. Os dormitórios ficam na parte da frente, considerando a fachada frontal do prédio, e toda área social ocupa o centro da planta.

“Essa condição nos levou a repensar muitos conceitos e formas de uso, além da funcionalidade dos espaços”, explica o escritório.

Sala com cozinha e jantar integrados
Guilherme Pucci/Casa.com.br

Cozinha e salas se misturam para promover e favorecer a convivência dos ocupantes. Já o home office foi criado próximo à sala de tv, demarcado por painéis de vidro e uma porta de correr.

Continua após a publicidade

Home office com bancada em madeira
Guilherme Pucci/Casa.com.br

O lavabo foi reduzido, e o lavatório ficou externo, também ocupando o espaço da sala, mais especificamente da chapelaria.

Entrada com banco em concreto, suporte para casacos e jardim vertical
Guilherme Pucci/Casa.com.br

A chapelaria, a qual funciona como mudroom, é um dos destaques do projeto. “A ideia surgiu da nova necessidade dos sapatos ficarem fora do apartamento! Assim, logo na entrada, criamos um enorme banco com portas basculantes ripadas vazadas, para receber os sapatos e mantê-los ventilados.

Ao lado, fixo na parede, uma estrutura em metalon foi desenhada para receber casacos, bolsas e itens de uso pessoal, aqueles que de imediato queremos apoiar assim que chegamos em casa!”, conta o escritório.

Móvel em concreto

Na decoração, o concreto é o elemento chave de unificação dos ambientes. “Não tem nada mais modernista e brasileiro do que o concreto aparente! E podemos fazer o que nossa criatividade alcançar e o que as formas permitirem!”.

Os profissionais criaram móveis moldados in loco no material. “Uma das peças começa num rack para o espaço da tv, se transforma numa mesa de apoio ao sofá, e segue contornando a parede da sala de jantar até servir de apoio para a estante de serralheria e vidro. Só vendo para entender!”

Confira mais fotos na galeria abaixo!

Continua após a publicidade

Publicidade