Apê de 140 m² ganha cores, madeira, integração e décor afetivo com reforma

A arquiteta Gisele Emery foi a responsável pelo projeto, que valorizou a iluminação natural do imóvel e deu a ele um estilo contemporâneo

Por Yara Guerra Atualizado em 21 abr 2022, 21h51 - Publicado em 24 abr 2022, 13h00
Sala de estar com muita madeira, livros e cores
Maura Mello/Casa.com.br

O casal de moradores deste apartamento de 140 m², localizado em Perdizes, curte muito decoração e, por isso, participou ativamente do projeto. Eles desejavam um lar aconchegante, com madeira, ambientes integrados, muitos livros à vista, discos antigos, souvenirs, pitadas de cor e home office generoso.

Sala de jantar com parede de galeria e cor
Maura Mello/Casa.com.br

Quem enfrentou o desafio foi a arquiteta Gisele Emery, à frente do escritório de mesmo nome. “Abrimos um dos quartos para a sala, mas uma parte do quarto ficou voltada para dentro, onde foi feito o home office. Abrimos também a parede de divisão da cozinha para a sala”, conta a arquiteta.

Sala de jantar com piso de taco
Maura Mello/Casa.com.br

Ela diz ainda que ganhou um closet fechado no quarto do casal a partir da diminuição de um dos dormitórios. Com tacos restaurados como piso em toda a área seca, porcelanato de concreto nas áreas molhadas, marcenaria de laca e freijó e cores como berinjela, preto, branco e amarelo no décor, o apê ganhou um estilo contemporâneo aconchegante.

Sala de jantar integrada ao estar com parede de galeria
Maura Mello/Casa.com.br
Continua após a publicidade

“O apartamento é muito iluminado e possui amplas janelas e ventilação cruzada. O pé direito foi respeitado e o projeto de iluminação foi feito com réguas de luz indireta nas paredes, o que possibilitou uma iluminação boa e aconchegante sem necessidade de forro”, diz Gisele.

Estante com livros e peças de valor afetivo
Maura Mello/Casa.com.br

Peças de memória afetiva ganharam espaço no projeto – é o caso das duas cadeiras pertencentes às avós do morador, que foram restauradas e incluídas na decoração, junto aos vários quadros do acervo pessoal. Também foram utilizados itens de design assinados, como as mesas e cadeiras de Fernando Jaeger e buffet de Paulo Alves.

Quarto de casal
Maura Mello/Casa.com.br

“O que mais gosto no projeto é a luz natural, que foi valorizada com a demolição das paredes. Além disso, os ambientes sociais ficaram integrados e alegres com a mistura da madeira e cores“, conta a arquiteta.

Quer ver mais detalhes? Confira então a galeria abaixo:

Continua após a publicidade

Publicidade