Sala de estar e jantar integradas: 45 projetos lindos, práticos e modernos

Saiba como não errar na hora de projetar e decorar os ambientes sociais conjugados

Por Yara Guerra Atualizado em 5 mar 2022, 21h27 - Publicado em 7 mar 2022, 19h00
Salas de jantar e estar integradas com muita iluminação natural
Projeto do escritório Coa Associados Reprodução/Casa De Valentina

Muito presente nos projetos de decoração dos últimos tempos, a integração de ambientes é um recurso bastante valioso, seja para apartamentos pequenos ou casas maiores. Além de auxiliar na organização visual do espaço, a conjugação permite o máximo aproveitamento das áreas disponíveis, além de facilitar a convivência e a interação entre os diferentes cômodos.

Quando falamos em reunião de amigos ou familiares, então, o recurso passa a ser ainda mais especial. Com sala de jantar e estar integradas, os convidados podem conversar sem a presença de barreiras físicas entre os espaços com conforto e liberdade.

Vantagens das salas integradas

Salas de jantar e estar integradas com sofá em L cinza, pé-direito alto
Projeto de Íntegra Studio Arquitetura Reprodução/Casa De Valentina

A integração das salas de estar e jantar traz imediatamente uma sensação de amplitude devido ao conceito aberto, o que torna o recurso muito interessante para imóveis pequenos.

Outro ponto positivo é a comodidade, pois, com os cômodos sociais unidos, as confraternizações passarão a ser mais dinâmicas e inclusivas. Além disso, por causa da ausência de paredes, a ventilação e a iluminação podem fluir entre os ambientes, deixando tudo muito mais agradável.

Veja também

Estilo de decoração: precisa ser o mesmo?

Salas de jantar e estar integradas, decoração com tons terrosos e janelas grandes
Tua Casa/Reprodução

Muitos moradores pensam que, por serem integrados, os ambientes precisam seguir o mesmo estilo decorativo – mas isto não é verdade. A unidade decorativa é indicada, porém, caso o desejo seja de um espaço mais harmonioso. Mas quem quer uma casa cheia de personalidade e ousadia não deve pensar duas vezes antes de explorar decorações distintas que conversem entre si.

Para quem deseja manter uma continuidade entre os ambientes, vale, por exemplo, utilizar o mesmo piso nos dois espaços. O uso de materiais, marcenarias e acabamentos semelhantes também contribui com a harmonia entre as salas.

Cores

Salas integradas com mesmo piso, quadro colorido e tapete azul
Projeto do escritório Studio Lim Reprodução/Casa De Valentina
Continua após a publicidade

Em ambientes integrados, como salas, uma ideia é utilizar uma paleta de cores neutra para apostar em itens de destaque como pontos de cor. Tons de cinza, branco e off-white são sempre muito bem-vindos como base.

Já os destaques coloridos podem ser aplicados em almofadas, tapetes, cortinas, nichos, quadros, paredes únicas ou alguns móveis e acessórios (como cadeiras, pendentes de iluminação etc.).

Iluminação

Sala de jantar e estar integradas
Denílson Machado/Casa.com.br

Por falar em iluminação, o projeto luminotécnico também merece certa atenção. As luminárias e lustres não precisam ser exatamente os mesmos na sala de jantar e estar, mas devem conversar entre si.

Em casas maiores, opte por luminárias de piso ou grandes lustres; já em apartamentos pequenos vale o uso de itens menores. Caso queira usar abajur ou luminária de piso, posicione-os em um lugar de forma a não atrapalhar a circulação, já comprometida pela metragem enxuta.

Outra ideia é brincar com a iluminação, destacando algumas áreas, como pendentes na mesa de jantar e spots direcionáveis na sala de estar, sem que atrapalhe a visão da TV.

Se o apartamento contar com grandes janelas ou varanda, aproveite a luz natural para trazer conforto para as áreas sociais.

Móveis

Sala de jantar e estar integrada, parede cimento queimado, poltrona vinho
Marina Salomão apostou no efeito do boiserie para adornar a parede. Na mesa, uma estrutura que relembra um cavalete recebe o tampo branco em laca brilhante e é acompanhada por cadeiras produzidas com o toque delicado do assento e encosto em palhinha Sidney Doll/Casa.com.br

Se você tem um apartamento pequeno, o uso de móveis compactos e funcionais vai garantir uma maior fluidez – como mesas redondas, sofás de dois lugares ou canto alemão, pufe baú ou banco de madeira, que pode ser usado, inclusive, para “setorizar” um pouco os espaços.

Precisa de um pouco mais de inspiração? Confira abaixo projetos de salas integradas que aliam modernidade e praticidade:

Continua após a publicidade

Publicidade