Casa Created with Sketch.

Design biofílico: o natural em meio à modernidade

Padrões da Criare inspirados nos elementos da natureza trazem essa tendência para os projetos

 (The Frame/Reprodução)

O termo “design biofílico” nasceu há alguns anos e, cada vez mais, tem conquistado espaço em projetos de design por propor a incorporação da natureza dentro dos ambientes, já que as pessoas passam 90% do tempo em espaços fechados. 

Quarto com piso de cimento queimado, com armários na cor verde claro Dormitório de casal traz a leveza do Fresh da Criare, padrão que inspira tranquilidade e promove bem-estar

Dormitório de casal traz a leveza do Fresh da Criare, padrão que inspira tranquilidade e promove bem-estar (Criare/Divulgação)

Desse modo, arquitetos e designers têm procurado esse caminho para auxiliar em suas criações, visto que a biofilia é uma importante fonte de inspiração para quem busca promover bem-estar, saúde e conforto emocional

Veja também

Embora existam muitas maneiras de integrar o design biofílico nos projetos, a solução mais popular é o uso da madeira e dos padrões madeirados, bem como pedras e cores que remetem de forma lúdica ao meio ambiente. 

Cozinha com bancada de cimento queimada, com armários de madeira escura Cozinha combina diferentes padrões que remetem à biofilia: o amadeirado Carballo, o metalizado Luminus e a pedra Aurum da Criare

Cozinha combina diferentes padrões que remetem à biofilia: o amadeirado Carballo, o metalizado Luminus e a pedra Aurum da Criare (Criare/Divulgação)

Especificamente no que diz respeito à madeira, estudos comprovam que o material relaxa o sistema nervoso autônomo, diminuindo as respostas relacionadas ao estresse. Quanto à aparência, oferece conexões visuais com a natureza devido à abundância de tipos, texturas e cores.

Escritório com porcelanato branco, com móveis de madeira alaranjada Escritório com o padrão Sienna da Criare que traz a energia, a alegria e a vitalidade da argila para o ambiente

Escritório com o padrão Sienna da Criare que traz a energia, a alegria e a vitalidade da argila para o ambiente (Criare/Divulgação)

Nesse sentido, em um mundo urbano de tecnologia e arquitetura industrial, esse conceito chega para trazer elementos naturais aos espaços construídos pelo homem. Em resumo, as vantagens de inserir a biofilia nos projetos arquitetônicos são inúmeras: ajuda a reduzir o estresse, aumenta o bem-estar, estimula a criatividade, aumenta a produtividade em ambientes corporativos e torna mais rentável os ambientes de varejo, uma tendência que tem sido seguida por profissionais da área de interiores.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.