O que é o estilo Memphis, inspiração para o décor do BBB22?

Entenda tudo sobre o estilo que veio como uma reação à estética moderna e à funcionalidade do minimalismo

Por Yara Guerra Atualizado em 18 fev 2022, 13h41 - Publicado em 21 fev 2022, 19h00
Sala do Big Brother Brasil 2022
Sérgio Zalis/Globo

Como de costume, o Big Brother Brasil está dando o que falar. Para esta edição, os planejadores optaram por uma casa inspirada na estética Memphis dos anos 1980. Quem assiste o programa não tem dificuldade em perceber as muitas cores do décor e seus elementos lúdicos, escolhidos a dedo e em massa para provocar ansiedade, desconforto e conflitos. Mas e quanto ao design Memphis, você sabe do que se trata?

Para quem quer entender mais sobre o estilo e analisar a sua presença na casa mais vigiada do Brasil, confira todas as informações abaixo:

O que é o estilo Memphis

 

O design Memphis é um estilo pós-moderno influente que surgiu do celebrado coletivo Memphis Design de designers de Milão no início dos anos 1980. Foi liderado pelo lendário designer italiano Ettore Sottsass (1917-2007) e teve um impacto enorme no design dos anos 80, desafiando o status quo com sua destemida mistura de estilos.

Zanzone/Wikimedia Commons

Por ser polarizador com as suas ideias ousadas, estampas conflitantes e abordagem radical, o estilo Memphis não é para qualquer um. Hoje, este design é material para retrospectivas em museus e uma fonte duradoura de inspiração para designers de interiores modernos, designers de moda, designers gráficos, cenógrafos, figurinistas e muitos outros profissionais.

Um pouco de história

Nascido na Áustria, o arquiteto e designer italiano Ettore Sottsass formou o Memphis Design Group em sua sala de estar em Milão na década de 1980, onde reuniu um coletivo de designers ousados ​​de todo o mundo, todos unidos pelo desejo de agitar o mundo do design.

Coletivo Memphis
O coletivo Memphis posando na cama Masanori por Umeda Tawaraya, 1981 Studio Azzurro/the spruce

Eles introduziram seu estilo atraente, controverso e que quebra as regras com 55 peças que estrearam no Salone del Mobile de Milão em 1981, criando um estilo de amor ou ódio que se tornou instantaneamente famoso em todo o mundo.

Inspirado na cultura pop e em referências históricas, o Memphis Design foi uma reação à estética moderna limpa e linear dos anos 1950 e 1960 e ao minimalismo dos anos 1970.

Veja também

O próprio Sottsass saiu dos movimentos Radical Design e anti-design na Itália a partir da década de 1960. Seus primeiros trabalhos incluíram móveis esculturais que ele chamou de “totens” e que agora estão alojados em museus internacionais proeminentes, como o MET em Nova York.

Continua após a publicidade

Poltrona Bel-Air de Peter Shire
Poltrona Bel-Air de Peter Shire, 1982 Jürgen Hans/the spruce

O estilo Memphis foi influenciado pelo interesse revivido no movimento Art Deco da década de 1920, bem como na Pop Art de meados do século, ambos estilos populares na década de 1980, junto a alguns kitsch da década de .

Algumas pessoas acharam o estilo Memphis maravilhoso, já outros o acharam extravagante. Uma das críticas mais memoráveis o descreveu como “um casamento forçado entre a Bauhaus e a Fisher-Price”.

Sottsass e seus companheiros projetaram objetos decorativos de metal e vidro, acessórios para casa, cerâmica, iluminação, têxteis, móveis, edifícios, interiores e identidades de marca que eram inesperadas, lúdicas, quebradoras de regras e cheias do idealismo que os melhores designers tinham para tornar o mundo um lugar melhor.

Quarto inspirado no estilo Memphis
Conceito moderno para quarto inspirado no estilo Memphis Phiwath Jittamas/the spruce

“Quando eu era jovem, tudo o que ouvimos falar era de funcionalidade, funcionalidade, funcionalidade”, disse Sottsass certa vez. “Não é o suficiente. O design também deve ser sensual e excitante”. O design Memphis influenciou a cultura popular, inspirando um conjunto de programas de TV, como Pee-wee’s Playhouse e Saved By the Bell.

Os superfãs de celebridades dos anos 80 do estilo incluíam o lendário estilista Karl Lagerfeld e David Bowie. Mas o estilo Memphis nunca foi amado por todos, e o movimento fracassou antes do fim da década, com o próprio Sottsass deixando o coletivo em 1985 e alguns de seus outros designers líderes buscando carreiras solo quando o grupo se separou definitivamente em 1988.

Em 1996, a marca Memphis-Milano foi comprada por Alberto Bianchi Albrici, que continua a produzir os designs originais dos anos 80 do coletivo. E a partir da década de 2010, com o retorno da nostalgia do estilo dos anos 80, o Memphis Design se tornou uma fonte de inspiração para designers multidisciplinares, incluindo casas de moda como Christian Dior e Missoni, e novas gerações de profissionais.

Interior para uma exposição sobre design italiano em Tóquio, por Sottsass Associati, 1984
Interior para uma exposição sobre design italiano em Tóquio, por Sottsass Associati, 1984 Marirosa Ballo/the spruce

Mas – você deve estar se perguntando – por que esse movimento nascido na Itália foi chamado de estilo Memphis? Seu nome é uma referência à música de Bob Dylan, Stuck Inside of Mobile with the Memphis Blues Again, do álbum Blonde on Blonde (1966). A faixa tocava em loopings na noite em que o coletivo Memphis teve seu primeiro encontro oficial na sala de Sottsass.

Principais características do design de Memphis

 

– Noções desafiadas de bom gosto convencional;
– Desrespeitou a filosofia de design predominante da Bauhaus de que a forma segue a função;
– Projetado para provocar uma resposta emocional;
– Barulhento, impetuoso, espirituoso, brincalhão, desinibido;
– Uso de cores brilhantes em combinações pouco ortodoxas;
– Uso deliberado de padrões ousados ​​e conflitantes;
– Uso de formas geométricas simples;
– Uso de gráficos em preto e branco;
– Bordas e curvas arredondadas;
– Um gosto por rabiscos;
– Utilização de materiais como tijoleira e laminado plástico em diversos acabamentos;
– Desafiando as expectativas usando formas incomuns no lugar das convencionais, como pernas redondas em uma mesa.

*Via The Spruce

Continua após a publicidade

Publicidade