Quarto infantil com escorregador é o destaque deste apê de 80m²

O escritório Stephanie Toloi Arquitetura e Interiores focou em linhas contemporâneas e tons mais neutros

Por Luiza Cesar Atualizado em 26 jul 2022, 12h18 - Publicado em 21 jul 2022, 13h00

Bar com iluminação e banquetas

Ter um espaço acolhedor e ao mesmo tempo prático para a rotina de trabalho de um casal com uma filha pequena eram as principais demandas para o projeto deste apartamento de 80 m² no Itaim, bairro de São Paulo.

Quarto infantil com paredes desenhadas

Para atender aos pedidos, o escritório Stephanie Toloi Arquitetura e Interiores e a arquiteta Natasha Capusso integraram a cozinha, lavanderia e sala – o que permitiu a criação de uma área de bar com banquetas e armários superiores com vidro espelhado. Estes três ambientes funcionam como um só e apresentam tons de cinza e branco, cores que oferecem contraste e um cenário atemporal.

Quarto infantil com beliche e desenho na parede
Ana Helena Lima/Casa.com.br

Porém, o destaque do projeto está no quarto da pequena, que recebeu áreas de diferentes atividades e brincadeiras, pois o condomínio não possui espaço de lazer para crianças. Para criar um ambiente lúdico, foi posicionado um escorredor acoplado a uma beliche com escadas – com uma tela de proteção na cama superior para evitar acidentes.

Estante de livros
Ana Helena Lima/Casa.com.br

Uma bancada com estantes para os livros; diferentes nichos para armazenar os brinquedos; e uma parede de arco-íris também fazem parte do cômodo. O uso de tons pastéis proporciona cor e uma decoração delicada.

Continua após a publicidade

Quarto com cabeceira iluminada com fita LED
Ana Helena Lima/Casa.com.br

Transformar o quarto do casal em uma suíte foi um outro desafio. O banheiro foi construído no lugar do dormitório de serviço e, já que a laje era muito fina, foi necessário passar toda a tubulação de esgoto pelas paredes.

Banheiro com espelho quadrado e marcenaria aberta
Ana Helena Lima/Casa.com.br

Neste mesmo cômodo, o escritório optou por embutir o móvel da tv no enchimento em drywall da parede, ganhando mais espaço interno. A paleta do cômodo é formada por tons de madeira clara na marcenaria e paredes brancas.

Cozinha integrada com lavanderia
Ana Helena Lima/Casa.com.br

“A marcenaria toda foi pensada em linhas retas e contemporâneas. O material usado foi o MDF laminado que possui um custo benefício melhor que o da folha de madeira natural e laca, mas possui resistência maior que a da Fórmica”, finaliza o escritório.

Confira mais fotos do projeto na galeria abaixo:

Continua após a publicidade

Publicidade