No Rio cobertura duplex de 130 m² ganha projeto de decoração e marcenaria

Localizada no Jardim Botânico, projeto é assinado pela Co+Lab Juntos Arquitetura, e está sendo executado em etapas

Por Redação Atualizado em 18 fev 2022, 11h59 - Publicado em 20 fev 2022, 13h00

Sala e home ofccies com paredes de tijolo, violão pendurado, estantes de madeira e sofá cinza em frente a uma parede verde com quadro

Uma família composta por um casal de 35 anos, com um filho de quatro anos e um cachorro, morava em um apartamento menor, no Jardim Botânico (na zona sul do Rio de Janeiro), e durante a pandemia se mudou para a cobertura duplex de 130 m², no mesmo edifício, em busca de mais espaço, além de um terraço.

Em seguida, eles contrataram as arquitetas Fernanda Matoso e Juliana Gonçalves, do escritório Co+Lab Juntos Arquitetura, para fazer o projeto de decoração e marcenaria, sem intervenções na planta, já que o imóvel tinha passado por uma boa reforma recentemente.

sala com poltrona chaise, sofá cinza em frente a uma parede verde esciro com dois quadros
Projeto por Co+Lab Juntos Arquitetura e Interiores Luiza Schreier/Casa.com.br

O novo projeto contemplou as duas salas (no primeiro e segundo andares), o quarto do menino, os escritórios e a área externa. “O projeto está sendo executado aos poucos, em etapas, de acordo com a disponibilidade dos clientes”, explica a arquiteta Juliana.

Mesa de madeira com gavetas verde escuro e cadeira preta

No apartamento anterior eles já tinham dois escritórios, sendo um na sala e o outro no antigo quarto de serviço. No novo apartamento, eles decidiram manter o mesmo esquema, mas, desta vez, um dos escritórios ficou no segundo andar da cobertura, integrado à sala de TV, e o outro foi projetado para ser usado também como quarto de hóspede.

MOvel branco com palha nas portas
Projeto por Co+Lab Juntos Arquitetura e Interiores Luiza Schreier/Casa.com.br

“O segundo escritório já tinha uma marcenaria, mas precisamos fazer algumas modificações nela para melhor aproveitamento do espaço e uso específico da moradora”, conta a sócia Fernanda. No que se refere à decoração, algumas peças são novas e outras vieram do apartamento anterior, resultando em espaços de estilo contemporâneo, com toques industriais.

Veja também

“O apartamento tinha uma base muito neutra, mas a cliente queria tons mais vibrantes em casa, além de uma decoração com personalidade. Apostamos em cores relacionadas à natureza, sobretudo os tons terrosos mais intensos, com o intuito de trazer aconchego e também para aproveitar a ligação direta da sala com o terraço”, conta Juliana.

Tv grande, com rack de madeira e prateirla acima com plantas decroativas

Continua após a publicidade

Na sala do andar superior, a parede verde escura é, sem dúvida, o ponto central, em contraste com os tons mais amenos no restante do espaço. Outro destaque é marcenaria em volta da TV, de grandes dimensões, que fez o ambiente parecer uma sala de cinema.

Sofá cama com colchão rosa, e almofadas verde e conza. Parede verde com dois quadros
Projeto por Co+Lab Juntos Arquitetura e Interiores Luiza Schreier/Casa.com.br

No home office, que também pode ser usado como quarto de dormir, a marcenaria feita sob medida também se destaca. Ela foi desenhada pelas arquitetas para integrar a bancada de trabalho, a cama tipo-tatame e os armários brancos – estes, com portas de palhinha (material que ajuda a “aquecer” o ambiente) e nichos com interior laqueado no mesmo tom de verde da parede.

Quarto infantil, com roupa de cama verde, tapete em fomarto de planta, guarda roupa com desenho de montanha

Já no quarto do filho, as arquitetas partiram do papel de parede com desenhos de montanhas que o menino adorava em seu quarto anterior para explorar essa referência no novo projeto, porém agora através do desenho da marcenaria do armário. No décor, elas elegeram as cores favoritas do Eric, azul e amarelo, para criar um ambiente ao mesmo tempo divertido e lúdico.

Quarto infantil, com roupa de cama verde, tapete em fomarto de planta, guarda roupa com desenho de montanha, e cômoda nas cores cinza escuro, cinza claro, azul e amarelo
Projeto por Co+Lab Juntos Arquitetura e Interiores Luiza Schreier/Casa.com.br

“Apesar de ser um quarto infantil, projetamos um ambiente para acompanhar o menino em várias etapas de sua infância.

Atualmente, o quarto funciona bem como um espaço de brincadeira e leitura, mas, futuramente, a tenda poderá ser substituída, por exemplo, por uma mesa de estudo e a cômoda poderá ser laqueada com uma nova cor para tornar o quarto menos infantil. Nosso objetivo foi criar um quarto versátil e de fácil adaptação”, resume Fernanda.

Cômoda nas cores cinza escuro, cinza claro, azul e amarelo e cabana com dossel amarelo, com cachorro deitado na frente

Segundo as arquitetas, o maior desafio deste projeto foi integrar todas as necessidades dos clientes com a arquitetura já existente no apartamento, já que não houve demolições nem troca de revestimentos.

Veja todas as fotos do projeto na galeria!

Continua após a publicidade

Publicidade