Casa Created with Sketch.

Casa de 240 m² na Austrália ganha extensão contemporânea

O projeto se utilizou de um design ousado e materiais como aço, concreto e madeira, que trazem calor e força ao imóvel

 (Tom Ferguson/BowerBird)

O projeto desta casa de 240 m², nomeada de “Stealth House”, faz parte de uma reforma e extensão de uma casa de campo localizada no subúrbio de Hunters Hill, em Sydney (Austrália).

Juntos, os arquitetos do escritório Bijl Architecture e o morador colaboraram para estabelecer uma lógica baseada no local do imóvel durante o projeto – ao mesmo tempo em que planejaram acréscimos laterais e traseiros significativos.

 (Tom Ferguson/BowerBird)

“Nossos clientes e seus filhos viram o potencial inexplorado nesta modesta casa em Hunters Hill. A frequência do trabalho em casa aumentou e as tensões usuais de acomodar uma família se tornou mais aparente”, explicam os arquitetos.

Os moradores então solicitaram um espaço com mais privacidade e comodidade. Além disso, era imperativo que o jardim fosse conservado em sua totalidade (não à toa o morador é paisagista!).

 (Tom Ferguson/BowerBird)

A ideia dos arquitetos foi inserir um telhado dobrado que une a residência principal e a extensão de dois andares, com uma nova piscina e cabana, proporcionando uma vista para o nível do piso térreo. Com isso, a acomodação da casa foi estendida e agora os moradores podem desfrutar de espaços contemporâneos que se conectam ao jardim exterior.

 (Tom Ferguson/BowerBird)

Na arquitetura, chama atenção a expressão material a partir do aço, do concreto e da madeira, que se apresenta através do design ousado e fornece calor, força e sigilo.

Veja também

“Aproveitando os níveis topográficos e o paisagismo para amplificar as qualidades experienciais e espaciais da casa, fomos capazes de minimizar quaisquer intervenções na paisagem urbana e manter a privacidade para nossos clientes e seus vizinhos”, contam os arquitetos.

 (Tom Ferguson/BowerBird)

Co-projetado pelo morador, o jardim é a âncora da casa. E, na área externa, o concreto é o conector e a extensão do plano de aterramento. Paredes de lâmina de concreto se dobram para se conectar à varanda. Visto da cozinha e das áreas de estar, uma ampla seção do mesmo material delineia a borda da piscina.

 (Tom Ferguson/BowerBird)

Em paralelo, a cabana independente é outro destaque e também é um fragmento expressivo da privacidade da casa, com vista para as propriedades vizinhas.

“Por meio de um detalhamento iterativo e teste do local, o telhado da Stealth House envolve o espectador, se dobrando para revelar todos os planos do local – céu, dossel, interior, sombra, paisagem, vizinhos, fundação”, contam os profissionais sobre a singularidade do projeto.

Confira mais fotos do projeto na galeria:

*Via BowerBird

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.