Casa Created with Sketch.

Viaje pelos mares em um violino gigante!

Violino gigante se transforma em embarcação e rouba a cena!

 (Mieko Ban/ Reprodução/Designboom)

Um enorme violino flutuante criado pelo escultor Livio de Marchi fez aparições incríveis em Veneza, Itália. Chamado de “Noah’s Violin” (“Violino de Noé”, em tradução livre), o projeto marca a última criação do escultor veneziano conhecido por suas obras de arte flutuantes de madeira, algumas das quais incluem um chapéu de papel, um sapato de salto alto e um ferrari F50.

 (Mieko Ban/ Reprodução/Designboom)

O violino de Noah fez sua viagem inaugural em Veneza na semana passada com a apresentação da violoncelista Tiziana Gasparotto.

Veja também

 (Mieko Ban/ Reprodução/Designboom)

“Noah’s violin” foi conceitualizado pela primeira vez por De Marchi durante a pandemia do coronavírus na Itália no ano passado. A obra de arte gigante espera espalhar uma mensagem de renascimento de Veneza para o mundo. 

 (Mieko Ban/ Reprodução/Designboom)

Projetado em quatro seções para permitir fácil montagem e transporte, o violino também foi planejado para literalmente viajar pelo mundo. “Como Noé colocou os animais a bordo da arca para salvá-los, vamos espalhar arte por meio da música neste violino”, diz o escultor.

 (Mieko Ban/ Reprodução/Designboom)

O instrumento superdimensionado mede aproximadamente 12 metros de comprimento e 4 metros de largura, usando seis qualidades diferentes de madeira, De Marchi criou detalhes notáveis, incluindo o pergaminho na parte superior e o descanso do queixo na parte inferior.

 (Mieko Ban/ Reprodução/Designboom)

O violino de Noah será lançado oficialmente na manhã de sábado, 18 de setembro de 2021. A cerimônia de lançamento também contará com jovens músicos executando as obras de Vivaldi.

O projeto foi realizado por De Marchi ao lado da equipe do Consorzio Venezia Sviluppo na ilha de Giudecca em Veneza.

*Via Designboom

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.