Casa Created with Sketch.

Praça em Londres ganha um pavilhão super colorido

Com a flexibilização das restrições do COVID-19 na Inglaterra, a obra incentiva a socialização

 (Gareth Gardner/dezeen)

Mal podemos esperar pelo momento em que encontros sociais serão permitidos, mas, por enquanto – aqui, no Brasil -, seguimos tendo um pouco de inveja dos lugares que já estão voltando ao “normal”. Como no caso da Inglaterra, que recebeu essa intervenção magnifica no meio de Londres.

 (Gareth Gardner/dezeen)

Morag Myerscough, artista britânica, produziu o Pavilhão do Sol (Sun Pavilion) para o distrito financeiro Canary Wharf, na capital. A criação é a mais recente adição à sua coleção de arte pública, que possui mais de 75 obras permanentes.

 (Gareth Gardner/dezeen)

Iluminando a área da cidade cercada por arranha-céus, o projeto responde à flexibilização das restrições do coronavírus e estimula as pessoas a passarem tempos juntas, mas com segurança. A criadora faz isso oferecendo um espaço construído em madeira, com toldos de metal, palco e área para refeições, encontrar os amigos ou relaxar durante o dia.

Veja também

 (Gareth Gardner/dezeen)

O design todo colorido, característico de Myerscough, contrasta intencionalmente com os arredores. Plantas foram adicionadas para dar um complemento natural às superfícies pintadas.

 (Gareth Gardner/dezeen)

“O pavilhão é uma resposta ao despertar que esperamos neste verão. O sol irradia energia e traz alegria e todos nós precisamos de um pouco disso. Vivemos em um mundo interno virtual no último ano e agora é importante estar ao ar livre com outras pessoas e ouvir os sons ao nosso redor”, diz a artista sobre a intenção por trás do pavilhão instalado em maio deste ano.

 (Gareth Gardner/dezeen)

Seus trabalhos anteriores incluem um pavilhão de bambu instalado em um parque de Londres e uma obra de arte colorida em Paris, projetada como uma resposta otimista à pandemia do coronavírus.

*Via Dezeen

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.