Casa Created with Sketch.

Abelhinhas ajudaram a criar estas obras de arte

A "Honeycomb Collection", da artista canadense, celebra a colaboração harmoniosa entre a natureza e o ser humano

 (Ava Roth/Reprodução)

Favo de mel pode ser arte? Para a artista canadense Ava Roth, sim! Em seu trabalho mais recente, ela trabalhou em estreita colaboração com o apicultor Mylee Nordin e um enxame de abelhas. A série de peças em favo de mel, intitulada “Honeycomb Collection“, celebra a capacidade de colaboração harmoniosa entre o meio ambiente e a humanidade.

 (Ava Roth/Reprodução)

As abelhas têm total controle sobre a arte depois que Roth fornece uma base feita de galhos, pedras, espinhos de porco-espinho e quartzo rosa. A partir daí, a equipe de minúsculas trabalhadoras constrói gradualmente suas estruturas hexagonais em torno da peça existente.

Natureza estruturada de Ava Roth

 

 (Ava Roth/Reprodução)

A obra de Ava Roth mostra uma dicotomia entre textura orgânica e estrutura lógica. Embora seja criada a partir de pequenos objetos encontrados na natureza, a peça-base criada pela artista expressa uma lógica de grade inerente.

Veja também

Enquanto isso, a contribuição das abelhas ecoa a estrutura padronizada, enquanto mostra variações sutis e orgânicas em altura e textura – devido à imprevisibilidade das formas naturais.

Uma homenagem ao artesanato

 

 (Ava Roth/Reprodução)

A “Honeycomb Collection” ganha forma como uma homenagem à paisagem canadense e ao universo do artesanato. Por meio do uso de materiais orgânicos, a artista faz referência ao ambiente natural, enquanto a costura à mão, o trabalho com miçangas e os bordados remetem ao artesanato tradicional.

 (Ava Roth/Reprodução)

O trabalho resultante da artista junto com as abelhas em enxame é uma nova visão de um ofício tradicional em uma linguagem única e contemporânea.

 (Ava Roth/Reprodução)

 (Ava Roth/Reprodução)

 (Ava Roth/Reprodução)

*Via Designboom

Veja também
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.