Como escolher a torneira ideal para seu banheiro

Torneira de mesa, de parede, bica alta ou baixa, misturador ou monocomando? Aproveite as dicas para não errar na definição do modelo

Por Giuliana Capello Atualizado em 6 Maio 2022, 16h29 - Publicado em 7 Maio 2022, 19h00

Foto mostra torneira tipo misturador em modelo industrial com bica alta, em bancada de pedra e parede com acabamento amadeirado e espelho redondo.

Nem sempre aquela torneira incrível é a melhor opção para seu projeto. Na hora de escolher o modelo para um banheiro ou lavabo, é importante conhecer as características de cada produto para não errar ao construir ou reformar. É um planejamento que demanda pesquisa e atenção não apenas dos profissionais de arquitetura e decoração, mas também dos moradores.

Ainda que conhecer, analisar e comparar as opções exija um tempo a mais em meio à correria de uma obra, vale a pena. Isso porque é um investimento que retornará em economia e mais conforto.

Cada tipo de torneira de banheiro tem suas peculiaridades que você precisa conhecer para combinar com a bancada e a cuba, em especial. A Fani Metais e Acessórios reuniu informações sobre cada modelo, com dicas para garantir uma boa escolha.

Bancada de banheiro com pia e espelho
Projeto do Atelier Cho Thompson Samara Vise/BowerBird

Antes de mais nada, vale lembrar que a principal função de uma torneira em um banheiro é atender às necessidades de higienização das mãos e de autocuidado como, por exemplo, lavar o rosto, escovar os dentes, fazer a barba, retirar a maquiagem etc.

Portanto, parte-se do princípio de que este metal, necessariamente, precisa de fato impactar positivamente a rotina. Isso significa que beleza não é tudo. É preciso que a torneira agregue praticidade e funcionalidade ao espaço.

Para isso, é preciso saber que as torneiras de banheiro podem variar em modelos que se propõem a atender diferentes gostos e, principalmente, cenários de instalação e utilização.

Bancada x Parede

Foto mostra duas torneiras, sendo uma de mesa (instalada sobre a bancada) e outra de parede, deixando a bancada livre.

Quando pensamos no local de instalação, existem dois modelos de torneira: a de bancada e a de parede. A torneira de mesa é a mais tradicional em banheiros. Por causa disso, reúne a maior variedade de modelos e acabamentos. Assim como a cuba, ela demanda uma conexão por dentro do armário, o que pode complicar um pouco a manutenção.

Já as torneiras de parede são indicadas para banheiros e lavabos que não possuem muito espaço disponível para uma grande bancada. Logo, instalando este tipo de metal diretamente na parede, é possível diminuir o armário e ganhar centímetros valiosos. Além disso, por estar mais exposta a manutenção costuma ser um pouco mais confortável.

Torneira x Misturador x Monocomando

Outra diferença importante a ser considerada é a forma como cada metal lida com a temperatura, podendo misturar ou não a água quente e a água fria. Ainda que implique um investimento extra, contar com um sistema de aquecimento é um conforto adicional em casa, sobretudo para quem mora nas regiões mais frias do país.

Continua após a publicidade

Popularmente, é comum se referir a todo metal de banheiro ou cozinha como torneira. Porém, do ponto de vista técnico, não é bem assim. Por isso, preste atenção para não comprar um modelo que pode ser incompatível com a sua instalação hidráulica.

Foto mostra torneira de mesa em acabamento metálico, instalada sobre bancada de mármore em tom claro, com orquídea decorativa e saboneteira.
Fani Metais e Acessórios/Divulgação

A torneira proporciona aos moradores a utilização da água somente na temperatura que ela chega ao ponto de saída, podendo ser quente ou fria.

Foto mostra cuba branca de sobrepor em banheiro com torneira tipo misturador em acabamento preto e design de linhas retas. Ao fundo, há um espelho e velas decorativas.
Fani Metais e Acessórios/Divulgação

O misturador é um tipo de torneira mais adequado para instalações onde há oferta de água quente e fria, pois é um metal que traz em sua composição não só a bica, mas também dois volantes, um para cada lado da bica.

Já o monocomando é um tipo de misturador mais avançado, que controla a saída e a mistura das opções quente e fria com apenas uma alavanca ou volante. É uma comodidade adicional que torna a vida mais prática e confortável no banheiro ou lavabo.

Foto mostra bancada em madeira no banheiro com torneira monocomando preta de linhas retas. A cuba é do tipo sobrepor, na cor branca. Vemos ainda um espelho e um vaso decorativo com flor.
Fani Metais e Acessórios/Divulgação

É possível usar um misturador ou uma torneira monocomando tendo apenas uma temperatura de água disponível. Mas é um desperdício investir em um metal desse tipo se você não pretende utilizar a sua principal funcionalidade, a menos que tenha planos de ter um sistema de aquecimento no futuro e queira deixar a infraestrutura preparada para isso.

Bica Alta x Bica Baixa

Lavabo com pia e torneira dourada
Projeto de Gabriel Cordeiro Arquitetura foto: Mariana Orsi/produção: Deborah Apsan/Casa.com.br

Existem no mercado diferentes de tipos de cubas e cada uma é feita para um tipo específico de torneira. Por isso, as torneiras de mesa ou bancada possuem as opções de bica alta ou bica baixa, para se adequar a todos os modelos de cuba.

Os modelos de bica alta apresentam uma distância média entre a saída de água e a base do metal acima de 25 cm. Desta forma, proporcionam mais conforto na utilização em bancadas que possuem cubas de apoio ou de sobrepor.

Por outro lado, as opções de bica baixa são indicadas para banheiros e lavabos que possuem cubas embutidas ou de semiencaixe, pois possuem um intervalo entre a saída e a base de, em média, 15 cm, o suficiente para evitar que a água espirre sobre a bancada ou o chão.

Continua após a publicidade

Publicidade