Casa Created with Sketch.

Como cultivar um cacto de pitaya em casa

Veja tudo o que você precisa saber para ter um cacto de pitaya em casa

 (Etsy/Pinterest)

O cacto que também é conhecido como “rainha da noite” (Hylocereus undatus) além de ser uma planta de casa exótica atraente e de rápido crescimento, também produz um fruto comestível! Chamada de fruta-do-dragão, ela é mais famosa como “pitaia” e o termo significa “fruta escamosa”.

Você pode cultivar cacto de pitaya em casa?

 

 (Brooke Lark/Unsplash)

Sim, você pode cultivar o cactus Hylocereus undatus dentro de casa! O único requisito é que sua casa tenha um local com bastante luz solar, como uma marquise ou uma grande janela onde a planta possa receber de seis a oito horas de luz solar.

Como cultivar e cuidar do cacto de pitaya

 (OhTilly/Unsplash)

Para fazer um cacto de pitaya dar fruto, pode ser necessária a polinização manual, um trabalho que é feito por mariposas, morcegos e abelhas ao ar livre.

Como cultivar cacto de fruta do dragão dentro de casa

 

 (Helen Thomas/Unsplash)

Quanto mais espaço você tiver, melhor, pois essa planta é uma trepadeira que pode chegar aos 6 metros de altura! Também por esse motivo, a planta precisa de suporte para crescer para cima, como uma treliça. Certifique-se de que é robusto e forte o suficiente para aguentar os galhos com frutas, que podem ficar pesadas.

Luz solar

 

 (@dahuang1231/Getty Images/the spruce)

O cacto da pitaia precisa de seis a oito horas de luz solar total por dia para desenvolver flores e frutos. O sol da manhã em uma janela voltada para o leste e o sol da tarde em uma janela voltada para o oeste são ideais.

Se sua janela estiver voltada para o sul, a luz pode ser muito intensa e queimar a planta, especialmente no verão. Uma solução alternativa é mudar o lado virado para o sol em intervalos regulares, para que fique com a exposição uniforme.

Luz artificial

 

 (Chattrawutt/Getty Images/the spruce)

Em vez de seis a oito horas de luz natural o ano todo, você pode usar luzes de cultivo suplementares. Para imitar a luz solar forte, elas devem ser luzes LED de espectro total. Mas para isso é preciso adaptar a planta. Comece colocando a luz a cerca de 30 centímetros de distância da planta e aproxime-a ao longo de alguns dias.

Temperatura

 

 (Heather Ford/Unsplash)

A temperatura ambiente ideal é entre 20 e 30 °C. Ela não se dá bem com temperaturas acima de 35 °C​​ e não deve ser mantida em quartos que ficam excessivamente quentes durante o verão. Frio, então, nem pensar! Esse cacto não é tolerante à geada, por isso, durante o inverno, mantenha-o longe de janelas frias.

Umidade

 

 (Tenor/Reprodução)

Normalmente, 30% a 50% de umidade ambiente é adequada para o cacto da fruta do dragão. Durante o período mais seco, coloque uma bandeja com água e pedras próximas, use um umidificador ambiente ou vaporize a planta de cima.

Rega

 

 (Tenor/Reprodução)

É preciso fazer com cuidado, pois a planta é muito sensível ao excesso de água, mas pode resistir a algumas condições de seca, pois seus filocládios, os ramos em forma de folha, retêm água. Durante a estação de crescimento ativa, no verão, regue quando a superfície do solo parecer seca. Já no outono e inverno, reduza a rega, que induz dormência nas plantas.

Circulação de ar

 

 (Alexander Schimmeck/Unsplash)

O cacto de pitaya cresce muito e precisa ser cortado e podado pelo menos uma vez por ano para garantir uma boa circulação de ar. A má circulação de ar o torna mais propenso a fungos.

Fertilizante

 

 (Khathawuth/Getty Images/the spruce)

Apesar de ser uma planta tropical, o cacto da fruta-do-dragão só cresce durante o verão. Fertilize cerca de uma vez por mês com um fertilizante com baixo teor de nitrogênio. Muito nitrogênio leva a um crescimento vegetativo excessivo e deve ser evitado.

Veja também

Poda e manutenção

O objetivo ao podar a planta é cortá-la em um único caule ou alguns caules mais grossos como as videiras principais. Além disso, afine os ramos laterais menores, nos quais as flores e frutos se desenvolverão. Isso não apenas melhora a circulação do ar, mas também aumenta a qualidade e o tamanho da fruta.

Polinização

 

 (Faustino Carmona Guerrero/Getty Images/the spruce)

Se a variedade não for autofértil, ela precisa de polinização manual também, com o pólen da flor de outro cacto da fruta do dragão. Colete o pólen do estame (aquela parte amarelinha) e passe-o suavemente sobre o estigma da planta que deseja polinizar.

Certifique-se de usar um cotonete novo para cada planta. O cacto da fruta-do-dragão floresce durante a noite, então você precisa polinizá-lo entre o anoitecer e o amanhecer.

Vaso

 

 (Gardening Know How/Reprodução)

Use um recipiente grande com pelo menos 25 a 30 cm de profundidade, com orifícios de drenagem adequados. Essa é uma planta alta e por isso precisa de profundidade para as raízes. Um recipiente feito de um material pesado, como cerâmica ou terracota, é melhor do que o plástico, pois é menos provável que tombe.

Solo

 

 (Gardening Know How/Reprodução)

Quando se trata de solo, o cacto da pitaia é um cacto apenas no nome. Precisa ser plantado em solo rico em nutrientes, neutro a ácido para envasamento, e não em solo de cacto, pois este último não fornece nutrientes suficientes.

Drenagem

 

 (Tenor/Reprodução)

Para melhorar a drenagem, você pode adicionar um pouco de areia ao solo de envasamento e colocar seixos, pedras ou cascas no fundo do recipiente.

*Via The Spruce

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.