Casa Created with Sketch.

Criatividade e mobiliário planejado deixam apê de 35 m² amplo e funcional

Sem poder integrar os ambientes por causa da estrutura do prédio, a arquiteta Ana Johns utiliza criatividade para atender as necessidades dos moradores

Estar branco com mesa redonda branca. Canto alemão. Ao fundo, sofá cinza com almofadas azuis. Janele com persiana e porta branca. Quadros com triângulos azuis e cinzas na parede

 (Francis Larsen/Casa.com.br)

Os imóveis pequenos estão se tornando cada vez mais comuns na construção civil, por serem uma opção mais barata e prática, sobretudo para quem mora em cidades grandes. Por meio da arquitetura e decoração é possível transformar apês pequenos em lares confortáveis e com sensação de amplitude. Porém, no caso deste apartamento de 35 m², além da pouca metragem, o imóvel tinha outra dificuldade para o projeto: dois quartos e paredes de alvenaria estrutural impediam a integração dos espaços.

Estar com mesa redonda branca, duas cadeiras cinzas e canto alemão. Quadros com triângulos azuis e cinzas nas paredes. Cozinha e lavanderia ao fundo

 (Francis Larsen/Casa.com.br)

A arquiteta Ana Johns, à frente do escritório Ana Johns Arquitetura, abraçou o desafio e, com móveis planejados e um projeto bem estruturado, conseguiu atender todas as necessidades dos clientes: mesa de jantar para quatro pessoas, sala de TV e diversas soluções de armazenamento, além de muita funcionalidade e beleza.

Cozinha com geladeira prateada. Balcão com cooktop preto. Armários em cima espelhados

 (Francis Larsen/Casa.com.br)

Por ser um imóvel de alvenaria estrutural, não foi possível fazer alterações na planta. Somente alguns detalhes dos revestimentos da cozinha e do banheiro foram mudados. Sendo assim, o diferencial ficou realmente no mobiliário sob medida e na iluminação. “Na sala e na cozinha, utilizamos gesso para deixar os ambientes mais aconchegantes e funcionais”, diz a arquiteta. Além disso, todas as cores usadas são em tons claros e Ana também utilizou espelhos nos móveis e na decoração. Esses detalhes trazem a sensação de um ambiente maior e mais leve.

Mesa redonda com duas cadeiras cinzas e canto alemão. Banco do canto alemão faz a divisão para a cozinha

 (Francis Larsen/Casa.com.br)

A parte social da casa é ideal para receber amigos e familiares. “Os clientes faziam questão de ter uma mesa para, pelo menos, quatro pessoas”, diz Ana, que optou por montar um canto alemão como forma de poupar espaço. O banco faz também a divisão entre a cozinha e a sala de estar, mas, ao mesmo tempo, mantém o ambiente integrado e aberto, permitindo por exemplo, que a pessoa cozinhe e interaja com os convidados na sala.

Quarto com sofá para dois lugares e pequenos quadros na parede. Mesa com computador e cadeira de escritório. Acima, samambaia.

 (Francis Larsen/Casa.com.br)

A princípio, os moradores queriam utilizar o segundo quarto como escritório, entretanto, como a área era reduzida, eles resolveram transformar o cômodo em uma sala de TV. Com a chegada da pandemia, novas mudanças precisarem ser feitas. O casal, trabalhando em home office, notou a necessidade de criar um espaço para esta função em casa. “Tivemos que fazer algumas alterações no projeto para que eles conseguissem trabalhar em casa de forma confortável e sem atrapalhar um ao outro”, conta Ana.

Cama de casal com armários acima. Ao lado uma pequena mesa branca com computador e outra cadeira de escritório.

 (Francis Larsen/Casa.com.br)

A arquiteta incluiu um pequeno home office neste segundo quarto, e deixou o ambiente versátil, com um sofá confortável e uma mesa que eles podem usar para trabalhar. Outra solução para atender a essa necessidade, foi usar a mesa de cabeceira do quarto de casal como um home office também. Agora eles têm a opção de trabalhar em dois lugares, na sala de TV ou no quarto. “Assim como em todos os projetos, as soluções para os ambientes estão diretamente relacionadas às necessidades dos clientes para aquele espaço”, afirma a arquiteta. Como o ambiente do quarto não é muito grande, Ana optou por fazer os armários acima da cama, de forma que esta pudesse ser maior e mais confortável.

Pequeno aparador com aromatizador, porta-retrato e vasinho de flor. Espelho circular pendurado acima. Porta branca à esquerda

 (Francis Larsen/Casa.com.br)

Ana reforça que, com um projeto bem pensado, é possível utilizar os ambientes da melhor forma, e que não é preciso gastar muito para ter uma casa confortável com a sua cara. “Nem as limitações do ambiente, como a alvenaria estrutural, impediram que fizéssemos um ambiente aconchegante e do jeito que os clientes imaginavam. Realmente adaptamos a casa para as necessidades do casal, tendo cada ambiente com a sua particularidade”, finaliza Ana. Veja mais fotos na galeria abaixo! 

Leia também:

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.