Continua após publicidade

Canto alemão: o que é, qual a altura, vantagens e como encaixar no décor

A arquiteta Cristiane Schiavoni explica como utilizar o canto alemão como forma de otimizar o espaço e a circulação em salas de jantar pequenas

Por Redação
Atualizado em 2 jun 2023, 22h13 - Publicado em 5 jun 2023, 19h00

O que é canto alemão

Desde o seu surgimento – lá na Alemanha, onde marcava presença em áreas comerciais, como bares, restaurantes e cafés –, o canto alemão ganhou seu merecido espaço nos projetos residenciais. E a função é a mesma: aproveitar melhor o espaço e oferecer mais assentos para acomodar pessoas no entorno de uma mesa.

Sala de jantar com parede cinza e canto alemão com almofadas azuis.
(Rafael Renzo/Casa.com.br)

Ele é um banco que fica encostado em duas paredes perpendiculares. O formato mais tradicional é em “L”, mas existem opções curvas, dependendo da disposição das paredes em que a peça vai se apoiar.

Com o advento dos imóveis compactos, ou mesmo quando a disposição da sala de jantar não é tão abrangente para receber um número expressivo de cadeiras, a versatilidade do mobiliário torna-se uma resposta interessante nos projetos de arquitetura de interiores.

Continua após a publicidade
Sala de jantar pequena com canto alemão e futon.
Para o sofá desse canto alemão, as arquitetas utilizaram o futon para garantir o conforto ao móvel e também aconchego ao ambiente, convidando ao descanso e ao relaxamento. Projeto de Studio Tan-gram. (Luis Gomes/Casa.com.br)

Elegante e multifuncional, uma vez que o seu interior é otimizado como espaço de armazenamento. “Simplesmente amo trabalhar com canto alemão, principalmente quando se trata de fugir dos padrões tradicionais. A versatilidade para a constituição desse mobiliário encanta a mim e aos clientes”, afirma a arquiteta Cristiane Schiavoni, a frente do escritório que leva seu nome.

Para realizá-lo, a profissional avalia diversas questões que envolvem a estética do móvel, a funcionalidade junto à mesa de jantar, circulação e conforto. Desvende os segredos compartilhados por ela:

Continua após a publicidade

Quais são a altura e profundidade do canto alemão

Arquiteta Cristiane Schiavoni mostrando a altura do canto alemão
Perceba que, sentada, a arquiteta Cristiane Schiavoni aproveita do conforto do canto alemão encostando os dois pés do chão sem dificuldade. (dc33 Comunicação/Casa.com.br)

Que a premissa do canto alemão é ter a parede como apoio, já sabemos. Porém, nesses momentos a técnica é indispensável e atenção com as medidas da peça a ser executada e, marcenaria é analisada caso a caso, por se tratar de um elemento produzido para compor um layout específico.

Arquiteta Cristiane Schiavoni mostrando a altura do canto alemão
De acordo com a arquiteta Cristiane Schiavoni, as referência de profundidade são essenciais para garantir o conforto ao sentar, levantar ou inclinar-se durante as refeições ou a interação entre os participantes. (dc33 Comunicação/Casa.com.br)

Segundo Cristiane, as dimensões devem respeitar o projeto, mas algumas referências da arquitetura de interiores são parâmetros para que o canto alemão exerça sua função com maestria.

  • Altura do banco: Ideal entre 40 a 45 cm de altura.
  • Profundidade: Assento livre entre 40 a 45 cm, mais a espessura do encosto de 15 cm. Vale ressaltar que a mesa deve estar alinhada com o banco e com 5 cm de avanço para dentro.

Quais são as vantagens do canto alemão para salas de jantar pequenas

Sala de jantar; piso de taco; mesa de jantar; cozinha integrada; canto alemão
Projeto de Isabella Lucena. Canto alemão com encosto de lambris. (paulo_arthurstudiofotografico/Casa.com.br)

Versatilidade também é um dos adjetivos aplicados ao canto alemão. Além de reverter sua presença em uma circulação mais fluída no ambiente e prover mais assentos em uma sala de jantar pequena, os moradores também são beneficiados por seu espaço interno de armazenamento que faz do móvel um baú discreto.

Continua após a publicidade
Sala de jantar; mesa branca; lustre; canto alemão; banco; quadro; ar condicionado
Projeto de Paloma Sousa. (Karine Britto/Casa.com.br)

“É incrível como ele resolve mais uma questão do projeto, quando estamos trabalhando com um imóvel compacto. Considerando que todo espaço conta, na sala de jantar esse vão é bem-vindo para guardar travessas ou formas, toalhas de mesa, jogo americano, guardanapos de tecido e outros apetrechos que acompanham o servir… O morador quem decide”, discorre a arquiteta.

apartamento pequeno Angelina Bunselmeyer marcenaria sala jantar canto alemao
Projeto de Angelina Bunselmeyer. (Luis Franco/Casa.com.br)

Ainda sobre o ganho de assentos, ela exemplifica que uma sala de jantar pequena, onde seria viável encaixar apenas quatro cadeiras, é possível até duplicar o número de lugares, a depender do tamanho e do formato da mesa.

Como encaixar o canto alemão na decoração

Sala de jantar com piso de porcelanato laqueado, mesa branca e canto alemão com assento cinza.

Tão importante quanto qualquer outro elemento da decoração, o canto alemão contribui com sua elegância e uma proposta receptiva. Com seu design que possibilita o uso de diferentes materiais e cores, se encaixa em todos os estilos de decoração, deixando o profissional de arquitetura à vontade para criar a sua leitura do móvel – sem perder o aconchego, que é uma característica essencial nesse mobiliário.

Continua após a publicidade

Bônus: detalhes que fazem a diferença!

Sala de jantar com canto alemão
Projeto de Studio 92 Arquitetura. (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Para que esse ambiente seja um destaque na sala de jantar ou espaço integrado, alguns detalhes simples podem ressaltar a beleza e funcionalidade do móvel. Confira as dicas da arquiteta:

Continua após a publicidade
  • Aposte na iluminação: lustres e pendentes são complementares. “Uma iluminação focada valoriza demais ambientes como esse”, afirma a profissional.
  • Seja criativo: No centro da mesa, vale de tudo! Flores, cerâmica e vidro, de acordo com a preferência do cliente;
  • Composição do sofá: Para deixar ainda mais aconchegante, a arquiteta recomenda o uso de almofadas;
  • Nas paredes: uma técnica muito utilizada em espaços como esse é o uso dos espelhos, logo acima do canto alemão, aumentando a sensação de amplitude do local.
Publicidade