Apê de 81m² na Barra da Tijuca é reformado para receber família

Projetado pela arquiteta Adriana Esteves, o imóvel tem o azul como cor base e integração visual nos ambientes

Por Yara Guerra Atualizado em 5 ago 2021, 15h55 - Publicado em 6 ago 2021, 13h00
A sala de estar, que é estreita e comprida, foi um dos desafios do projeto. Tapete listrado artesanal Tear, da Galeria Hathi; sofá Carbono 10 de Marcus Ferreira, na lona Corcovado, da Novo Ambiente Denilson Machado, do MCA Estudio/Casa.com.br

Fonoaudióloga aposentada, a proprietária deste apartamento na Barra da Tijuca mora em uma cobertura no Recreio, mas queria um segundo lar que acomodasse bem sua filha, o genro e os netos, que moram fora do Rio, quando eles viessem visitá-la.

Denilson Machado, do MCA Estudio/Casa.com.br

Além disso, considera também seus planos futuros de morar em um apê menor. Com 81 m², o imóvel recebeu o projeto de reforma da arquiteta Adriana Esteves, que realizou algumas intervenções estruturais e integrou ambientes.

Veja também

A única demanda da proprietária foi por uma cozinha aberta para a sala, com uma ilha. Foi dada carta branca para todo o resto do apartamento.

Mesa e cadeiras de jantar da Novo Ambiente; cerâmica como centro de mesa Denise Stewart; quadro do artista Xevi Sola, da Galeria Inox Denilson Machado, do MCA Estudio/Casa.com.br

“Em função da área pequena, propus integrar visualmente os ambientes. Para isso, usei como base a cor azul, com diferentes toques coloridos em cada cômodo, além do mesmo piso sem soleiras ou filetes e a mesma madeira por todo o apartamento”, conta a arquiteta.

Continua após a publicidade

Somente na cozinha e na varanda foi usado outro piso, um porcelanato imitando madeira. A varanda, por sua vez, ganhou fechamento em vidro, deixando apenas a parte da suíte do casal aberta.

Denilson Machado, do MCA Estudio/Casa.com.br

O banheiro original da suíte virou closet e o quarto de serviço foi transformado em banheiro, com portas de correr em alumínio e vidro canelado, promovendo a integração física e visual entre os espaços.

“Não era necessário um quarto de serviço e, para um apartamento de férias, seria mais importante um banheiro confortável e um closet”, explica Adriana.

Denilson Machado, do MCA Estudio/Casa.com.br

Todos os cômodos foram trabalhados e o mobiliário é inteiramente novo. “Considero as modificações na planta e no layout, associadas à integração dos materiais e desenho da marcenaria, como os destaques de projeto”, diz a arquiteta.

Curtiu? Confira mais fotos na galeria:

Continua após a publicidade

Publicidade