Apê de 155 m² da década de 1960 é renovado e ganha estilo industrial

O projeto é do escritório Pixel Arquitetura, que escolheu madeira de demolição, concreto e pedra como principais materiais do projeto

Por Yara Guerra Atualizado em 13 abr 2022, 22h45 - Publicado em 15 abr 2022, 13h00
Sala de estilo industrial com piso de madeira e décor neutro
Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Localizado na rua da Consolação, em São Paulo, este apartamento de 155 m² pertence a um casal jovem e seu cachorro que gostam de viajar, obras de artes, receber amigos, festas e jantares em casa.

Da década de 60, o imóvel desafiou os arquitetos do escritório Pixel Arquitetura a trabalhar um volume de demolição durante a pandemia para garantir o espaço e armazenamento desejado pelos moradores.

Sala de estar com porta de serrarelhia e décor neutro
Gisele Rampazzo/Casa.com.br

“A planta aberta e a integração dos ambientes nos proporcionou espaços amplos, atendendo à principal necessidade de receber bem. Como destaque fica a ilha para receber os amigos e o living ampliado com sofá, além da porta em serralheria com abertura de camarão para integrar com o terraço. A estante em serralheria com balcão em concreto também é um diferencial neste projeto”, contam.

sala integrada com estilo industrial e décor neutro
Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Com bastante presença da madeira de demolição, do cimento, do cru e do verde, o apartamento recebeu um estilo industrial com planta de conceito aberto.

A porta em serralheria com vidro no living proporciona luz natural no living, sala de jantar e cozinha, enquanto a sua total abertura proporciona melhor ventilação. Com a demolição da parede entre a cozinha e a sala de jantar, houve também um grande ganho de luz natural.

Continua após a publicidade

Estante com itens decorativos trazidos de viagens
Gisele Rampazzo/Casa.com.br

No décor, foram usadas peças trazidas pelos próprios moradores de viagens antes e durante a obra. “As poltronas em couro e mesa de centro da sala de TV já eram itens que eles possuíam; a mesa de jantar, junto às cadeiras, eram itens da família da Laura. O berço foi presente de amigos, e passou por uma reforma, ganhando pintura em laca e aplicação de palhinha indiana”, dizem os profissionais.

Quarto infantil com décor neutro e berço
Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Mas o principal destaque fica por conta da arte do Caralarga que está na parede da sala de jantar. Ela foi trazida de uma viagem ao México, e representa bem o casal, já que morou um tempo no país.

Sala integrada com cozinha e sala de jantar
Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Quanto à iluminação, foram pedidos cenários aconchegantes. Por isso, o escritório optou pelos spots instalados sobre calhas com lâmpadas em temperatura 2700k. As arandelas também foram inseridas em alguns pontos.

“Os elementos naturais como concreto, madeira de demolição e pedras são itens com os quais nos identificamos e gostamos de fazer uso neste projeto. O que o torna especial é o quanto os moradores se identificaram com cada detalhe e resultado final como um todo”, dizem.

Curtiu? Confira mais fotos e detalhes na galeria:

Continua após a publicidade

Publicidade