Conheça esta casa na árvore em Bali

Construção de madeira a 4 metros do solo ficou pronta em 4 meses

Por Giuliana Capello Atualizado em 25 mar 2022, 23h52 - Publicado em 28 mar 2022, 19h00
Vista lateral de uma casa na árvore, suspensa do solo, com jardim embaixo e ao redor, e grandes panos de vidros fechando a estrutura de madeira.
Arley Mardo/ArchDaily

Uma casa na árvore é o sonho de muita gente. Esta, em uma comunidade residencial em Bali, na Indonésia, é um protótipo do Stilt Studios, concebido para morar e trabalhar. Foi erguida basicamente com madeira de teca reciclada. Seus cerca de 70 m² oferecem conexão com a natureza e flexibilidade de espaços.

Sala de estar com sofá grande virado para janela com vista para o jardim e mesa de jantar ao fundo.

A estrutura pré-fabricada garantiu uma construção rápida, em que tudo ficou pronto em apenas quatro meses. Além disso, trata-se de uma edificação durável e ecológica (com baixa geração de resíduos e baixo impacto ambiental).

Quarto rústico em madeira com cama de casal e janelas de vidro que integram à paisagem do jardim.

Veja também

A casa fica elevada a quatro metros do solo, em meio à copa das árvores e totalmente integrada à paisagem. Nem é preciso dizer que o resultado fornece um visual incrível de 360 graus. Além disso, o fato de estar distante do chão aumenta a proteção em relação ao impacto da alta umidade do ar.

Banheiro com bancada de pia e espelho em madeira, com cabine ao fundo em estrutura totalmente de madeira.

Continua após a publicidade

Também por isso, garante mais tranquilidade frente às pragas, cupins e mosquitos, e ainda permite que plantas cresçam sob a casa, criando jardins e áreas de descanso.

Estrutura suspensa garante proteção e paisagem incrível

Imagem mostra casa na árvore suspensa do solo com escada de acesso e jardim ao redor.
Arley Mardo/ArchDaily

O princípio estrutural da casa consiste em um elemento central feito de quatro colunas verticais, reforçadas por uma escada (que dá acesso à área interna). Dessa forma, este elemento central suspende o teto e o plano do piso com cabos de aço firmes, estendidos a partir desse núcleo.

Assim, foi possível reduzir as peças construtivas de todo o edifício. Tal solução ainda permitiu criar fachadas delgadas com armações de janelas finas e painéis que não precisam carregar nada além de sua própria carga.

A grande cobertura em beiral fornece sombreamento à fachada nos horários mais quentes, mantendo a casa aberta à ventilação cruzada e à brisa fresca da região.

Vista aérea da casa na árvore com jardim ao redor e horta.
Arley Mardo/ArchDaily

Já o jardim foi projetado e executado pela True Nature Nusantara, uma consultoria de paisagismo regenerativo sediada na cidade, especializada no uso de princípios da permacultura para criar paisagens comestíveis. Que tal, gostou?

* Via Stilt Studios e ArchDaily

Continua após a publicidade

Publicidade