Casa Created with Sketch.

Conheça o agrodome: um microambiente que facilita o cultivo no campo

Projeto foi desenvolvido pelo escritório de design mexicano NOS, que pensou em soluções espertas para ajudar na agricultura

Produzir alimentos de maneira saudável para a população mundial é um desafio. Por isso, toda técnica que facilite o plantio é bem-vinda, como o caso do Agrodome. Trata-se de uma solução que oferece uma maneira de germinar e cultivar diretamente no campo, criada pela consultoria de design mexicana NOS.

O Agrodome é um sistema transparente e respirável – ou seja, permite que as plantas realizem fotossíntese – em um ambiente portátil e empilhável. O microrganismo funciona com uma logística semelhante a de um terrário, e ajuda os agricultores a terem mais facilidade no plantio e germinação direto no solo sem precisar transplantar os brotos de uma estufa até o destino final.

O projeto foi pensado de forma que a altura da cúpula é capaz de ser regulada dependendo do tamanho e estágio das plantas. A parte central funciona como funil e permite que a água escorra diretamente do vaso para o subsolo, assim, garantindo uma melhor absorção e distribuição da água.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Como se já não bastasse o apelo sustentável em relação a sua proposta, os designers também se preocuparam em garantir que todo o processo seria ecologicamente correto. O Agrodome é feito de garrafas PET recicladas.

A flexibilidade do projeto permite que as cúpulas sejam movidas e giradas ao redor do campo, assim, podendo adaptar melhor de acordo com o ciclo da colheita. Essa foi uma solução esperta pensando justamente no problema que os agricultores tinham com a sazonalidade do segmento.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Outro ponto de interesse, é que a parte superior da cúpula é ventilada para permitir a troca de oxigênio e controlar a umidade, inclusive, facilitando o processo de fotossíntese no interior do Agrodome.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.