Casa Created with Sketch.

7 dicas para montar seu terrário de suculentas

Saiba que cuidados tomar na hora de compor o seu terrário e dicas de como decorá-lo:

Terrário de plantas de vidro sobre mesa de escritório

 (Nielsen Ramon/Unsplash)

Se você é um pai de planta apaixonado, provavelmente já ouviu falar dos terrários. Como para outros seres vivos, o terrário de plantas é um recipiente que reproduz um ecossistema em equilíbrio visando que o vegetal ali se desenvolva. Ele simula, em um espaço fechado, as condições ideais de um espaço na natureza.

Além de deixar qualquer ambiente mais lindo – porque estamos falando de uma mini floresta dentro de um vidro –, o terrário também traz benefícios ao bem estar e à saúde mental. Isso porque as plantas já trazem uma conexão maior com a natureza; mas, no caso dos terrários, exigem a participação direta e o trabalho manual de quem vai montá-lo.

No processo, é possível aprender de forma prática sobre o equilíbrio botânico e é imperativo ter cuidado na hora de escolher o tipo de vidro, a espécie de planta, a decoração correta e também se atentar à drenagem, iluminação, poda e rega.

Se você quer ter um terrário em casa, separamos algumas dicas para montá-lo e como cuidar dele. Confira:

O que plantar em um terrário?

 

Terrário de vidro com suculentas e cacos sobre mesa

 (@terrariosesuculentas/Instagram)

A espécie escolhida para o seu terrário vai depender do suporte. Se a ideia é fazer um terrário aberto, opte por plantas “desérticas” – ou seja, aquelas mais resistentes à falta de água.

As queridinhas dos terrários abertos são os cactos e as suculentas. E a sua composição não vai diferir muito de arranjos comuns. Na verdade, a grande diferença será o vaso, que não terá os furos de drenagem e será de vidro.

É importante que você escolha, a princípio, apenas um dos grupos para inserir no terrário, pois suculentas e cactos têm necessidades de água distintas e, caso o cultivo seja feito ao mesmo tempo, eventualmente uma das duas irá morrer.

Já para os terrários fechados, o ideal é que sejam plantas que gostem de umidade, porque elas estarão em um ambiente fechado em que o ciclo da água ocorrerá a todo momento ali dentro.

Veja também

Plantas indicadas para terrários fechados

 

Inspiração de terrário de suculentas fechado

 (Louis Mornaud/Unsplash)

Para terrários fechados, escolha plantas que suportem bem a umidade, como fitônias, coração magoado, véu de noiva, algumas samambaias pequenas, musgos etc. Estas espécies têm mais chance de se desenvolver em um terrário fechado porque são resistentes à umidade direta do ciclo da água constante no ambiente.

Confira algumas inspirações de terrários fechados na galeria:

Combinação perfeita: terrários e suculentas

Mesmo em arranjos normais, as suculentas são bastante queridas pelos pais de planta devido à sua resistência e fácil manutenção. Em terrários, estas plantas ficam ainda mais charmosas no décor. Veja algumas dicas de como montar o seu terrário de suculentas:

Como montar

 

Terrário de vidro com suculentas e cactos sobre mesa

 (@terrariosesuculentas/Instagram)

Escolhido o aquário e a espécie de planta, comece a montar seu terrário a partir de uma camada de drenagem com pedras menores. Depois adicione a terra e só então as suculentas. Você pode finalizar com outros elementos, como pedras maiores ou itens resistentes à umidade.

Luz solar, mas não direta

Sim, é realmente mais fácil de cuidar de suculentas do que de outras espécies, principalmente devido à sua origem árida. Mas é importante lembrar que ela ainda precisa de muita luz natural. Então se certifique de que a sua peça estará posicionada perto de janelas ou varandas para que possa se nutrir e desenvolver da melhor forma.

No entanto, como estamos falando de terrários – e, portanto, de uma combinação de vidro e luz –, não exponha seu terrário diretamente à luz solar, pois a planta poderá se queimar.

Se a suculenta estiver sem brilho e menos viçosa ou se estiver estiolando (crescendo alongada, como se procurasse a luz), garanta um pouco mais de sol.

Hidratação

Como estamos falando de terrários de vidro sem furo de drenagem, é importante que a rega não seja exagerada. Suculentas já não precisam de tanta água assim, ainda menos em um ambiente tão controlado como um terrário. Mas, caso a sua planta esteja murcha, significa que ela precisa de água – apenas um pouco já é suficiente.

Se você mora em um clima frio, pode regar a cada 15 dias. Em lugares mais quentes, o ideal é que o intervalo seja de 7 dias. No mais, atente-se à terra. Se, passado esse período, ela ainda estiver úmida, não regue mais.

Substrato

 

lindo terrário de suculenta

 (Reprodução/Pinterest)

Além da luz e da água, outra fonte de nutrição para as plantas é a terra. Então escolha um substrato que misture ativos diferentes, como terra vegetal, areia, húmus de minhoca, condicionador de solo e fontes de nutrientes, como esterco, calcário e superfosfato.

Decoração

 

como decorar um terrário de suculenta

 (Reprodução/Pinterest)

Para decorar terrários de suculentas, opte por areias, galhos secos, pedrinhas, cristais ou outros materiais inertes. Além de dar um up na estética, esses elementos ajudarão na drenagem do terrário.

Mas lembre que a protagonista da peça será sempre a planta, então tenha atenção ao que ela precisa para crescer bonita e saudável.

Limpeza

É preciso limpar o seu terrário periodicamente. Use uma pinça ou palito com gaze para alcançar todas as extremidades.

Gostou das dicas? Monte o seu terrário, publique a foto no Instagram e marque a gente!

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.