Como escolher uma cadeira de escritório para o seu home office?

Confira os diversos modelos e saiba como escolher a ideal de acordo com a sua expectativa e orçamento

Por Redação Atualizado em 21 fev 2022, 22h34 - Publicado em 23 fev 2022, 13h00
cadeira de escritório em home office clean
ergonofis/Unsplash

Não dá para negar que, com a pandemia de covid-19, os sistemas de trabalho passaram por uma verdadeira revolução. Entendemos que, diante do perigo da infecção, comparecer ao escritório já não é tão necessário quanto antes e que podemos fazer um trabalho bem feito no conforto da nossa casa.

No entanto, esta nova realidade de trabalho remoto encontrou muitos moradores despreparados, sem um espaço ideal para usufruir de um escritório em casa. Alguns tiveram que planejar um home office do zero, já outros ainda estão neste processo de melhor adequação.

Lisa/Pexels

Se é o seu caso ou se você deseja melhorar ainda mais o home office já existente, um ponto é verdadeiramente crucial para o seu bem-estar e saúde física: a cadeira de escritório. Sem a ergonomia e conforto adequado, as longas horas de trabalho podem lhe conferir muitas dores musculares e estresse – afinal de contas, sem um ambiente confortável, a produtividade pode não fluir e acabar trazendo ansiedade.

Vamos evitar tudo isso escolhendo o modelo certo de acordo com as suas expectativas e orçamento. Confira abaixo tudo sobre como chegar a esta escolha:

Vantagens de usar uma cadeira de escritório

 

A maior vantagem em utilizar uma cadeira de escritório é a proteção à saúde. Isso porque trabalhar em uma ergonomia errada pode conferir ao trabalhador dores e lesões, como na coluna, ombros, braços, pescoço e punhos, que geralmente ocasionam afastamentos no trabalho.

Cadeira de escritório em home office colorido com planta
ergonofis/Unsplash

Outra vantagem é que, hoje em dia, o design destes móveis é muito menos grosseiro e pode ser facilmente incorporado à decoração da casa, unindo estética, conforto e funcionalidade. Há gente para todos os tipos de gosto – e cadeiras também!

Como escolher uma cadeira de escritório

 

Reprodução/Pinterest

A gente sabe que não é fácil escolher o modelo ideal da cadeira de escritório. Há quem faça propaganda do modelo diretor, outros preferem as cadeiras presidente. Mas não se preocupe: elencamos aqui todos os pontos que merecem atenção na hora da compra.

Confira tudo abaixo, mas, antes, vai uma dica amiga: questione todas as características técnicas da cadeira no momento da aquisição, pois quando estamos na loja, experimentamos, não conseguimos ter uma percepção de longo prazo.

O que avaliar antes de comprar

 

Primeiro ponto importante a se considerar em uma cadeira de escritório: a sua ergonomia. De nada serve uma cadeira bonita se ela provoca dores em quem a usa. Uma cadeira ergonômica deve contar com apoio para cabeça com regulagem, encosto de tronco regulável que preserve a curvatura da coluna, apoio para braço e borda arredondada no assento.

Cadeira de escritório. em sala com planta
Patrick Perkins/Unsplash

A coluna do usuário deve estar 100% ereta e encostada na cadeira, os ombros devem ficar eretos e em sua posição natural, os cotovelos devem ser mantidos a em 90° em relação ao encosto do braço e alinhados ao punho, as coxas devem estar apoiadas no assento (sem ser na posição cruzada) e os pés apoiados no chão ou em um apoio fixo de inclinação até 20°.

Já que as mesas de escritório costumam basear a sua altura na altura média padrão da população brasileira (1,73 m para homens e 1,60 m para mulheres), geralmente apresenta entre 65 cm e 70 cm de altura, que quase sempre não permitem ajustes. O assento da cadeira deve ter então 28 cm a menos.

Cadeira de escritório giratória
Ron McClenny/Unsplash

Caso o ambiente seja pequeno, há a opção de cadeiras sem braços. Mas este caso é indicado apenas para quem não permanece nela por muitas horas do dia.

Veja também

Outro fator a ser considerado é o mecanismo da cadeira. Geralmente, estes móveis têm o sistema com pistão a gás, que permite um deslizamento suave para ajustar a altura ideal a partir de uma alavanca. Outros modelos também regulam a inclinação do encosto e dos apoios de braço e cadeira.

Projeto de Júlia Guadix Guilherme Pucci/Casa.com.br

Já as rodinhas são úteis porque evitam que os pés arrastem no chão e risquem o piso. O rodízio tipo H tem rodas rígidas e que não absorvem muito impacto, por isso é indicado para pisos cobertos por tapete ou carpete. Seu ponto negativo é que não tem sistema antirrisco ou antirruído.

Continua após a publicidade

O rodízio do tipo W, por sua vez, têm rolagem macia e são revestidos por um material resistente. Estes são indicados para pisos de madeira, pedra ou cerâmica. O ponto negativo é o desgaste excessivo em superfícies ásperas.

As molas também são importantes, porque diminuem o impacto ao sentar e levantar e durante as mudanças de postura.

Cadeira de escritório com revestimento em couro
Lee Campbell/Unsplash

Quanto à espuma, elas podem ser do tipo injetadas ou laminadas. A primeira é a mais comum no mercado e mais durável. Já a segunda é produzida de forma sobreposta e de baixa densidade. É mais macia no início do uso mas pode criar deformidades ao longo do tempo.

E os materiais disponíveis para revestir a cadeira são vários: couro, couro sintético, tela, malha, tecido. Se você trabalha em ambientes quentes ou apresenta muita sudorese, opte pelos encostos de material leve e arejado.

Modelos ideais de cadeira de escritório

 

Há cinco tipos de cadeiras de escritório: recepção, secretária, diretor, presidente e, com popularidade crescente nos últimos tempos, a gamer. Saiba mais sobre cada uma delas:

Recepção

 

Cadeira do estúdio mairon

São mais simples e baratas, não contam com nenhum tipo de ajuste e são indicadas para pouco uso. Geralmente são empilháveis e mais fáceis de organizar e limpar. Não são indicadas para uso contínuo no home office.

Os estofamentos variam entre courvin, courino, panamá, camurça, couro, tela, com espuma injetada ou polipropileno.

Secretária

 

Cadeira modelo secretária

Ergonômica, indicada para uso prolongado e de fácil locomoção. Este modelo costuma ser giratório, com rodízios, sem braços e com espuma injetada no encosto e assento. Os revestimentos costumam ser em tela, tecido ou courino.

Diretor

 

Cadeira de home office

Ela existe no mercado com encosto alto, médio e baixo. É indicada para home office e tem o assento mais largo que a cadeira secretária, permitindo o apoio de braços. Permitem ajuste de assento e algumas permitem o ajuste de inclinação. Geralmente são produzidas com materiais mais resistentes e podem ser tanto fixas quanto móveis e giratórias.

Presidente

 

Cadeira presidente

É a mais completa entre os quatro primeiros modelos e conta com sistemas integrados e ergonômicos. É perfeita para o home office de longa duração, mas é geralmente grande, o que pode ser um ponto negativo para alguns moradores.

Gamer

 

Cadeira gamer

Este modelo foi pensado para quem joga videogame e fica muito tempo em frente às telas do computador. A cadeira gamer é geralmente bastante ergonômica e vem em muitas cores de destaque. Geralmente são produzidas com revestimento de couro e outros materiais de alta durabilidade. Contam com rodinhas, apoio para braço, encosto de cabeça, além da curvatura da lombar no encosto do tronco.

Cadeira de home office
Hutomo Abrianto/Unsplash

Independentemente do modelo escolhido, sempre faça pausas durante o trabalho para alongamentos e caminhadas. Além disso, considere a qualidade de outros itens, como a iluminação adequada, mesa de escritório e apoio de pés.

Continua após a publicidade

Publicidade