Oscar 2022: conheça as plantas do filme Encanto!

Ganhador de melhor animação do Oscar 2022 conta uma história linda e acompanhada de muita natureza

Por Redação Atualizado em 30 mar 2022, 13h26 - Publicado em 31 mar 2022, 19h00
Cenas do filme Encanto
Reprodução/Pinterest

O mais novo longa-metragem da Disney, Encanto, realmente encantou os corações dos latinos, que finalmente se viram representados nas animações Walt Disney. E, apesar do filme não ser sobre plantas, elas são muito mais do que vegetação de fundo nesta história.

Desempenhando um papel importante no desenrolar da trama e ocupando o centro do palco em um dos números musicais mais animados, mesmo de fundo, elas servem um propósito.

Poster do filme Encanto
Discover and Share/Reprodução

Para entender melhor, confira uma visão mais detalhada de algumas das espécies mais notáveis ​​apresentadas em Encanto, juntamente com algumas dicas de um botânico que ajudou esta flora fantástica a ganhar vida na tela grande.

Fileiras e fileiras de rosas

Cenas do filme Encanto

A história se passa nas montanhas da Colômbia, centrada na família Madrigal. Cada criança da família é abençoada com um presente mágico – exceto a protagonista do filme, Mirabel.

As plantas aparecem com destaque ao longo do filme, mas principalmente em torno da irmã mais velha de Mirabel, Isabela, cuja perfeição se manifesta em sua capacidade de cultivar plantas e flores à vontade.

Cenas do filme Encanto
Discover and Share/Reprodução

A amplitude botânica de Isabela está em plena exibição durante a música “What Else Can I Do?”, depois de enfrentar uma verdade difícil que desbloqueia sua capacidade de criar espécies além das flores perfeitamente simétricas.

Primeiro, um cacto e, à medida que a música se desenrola, um “furacão” de jacarandás (Jacaranda mimosifolia), figos estranguladores (espécies Ficus), trepadeiras penduradas e até droseras aparecem!

Embora os talentos botânicos de Isabela atraiam a maior parte dos holofotes, ela não é a única Madrigal que aproveita o poder das plantas. A mãe de Mirabel, Julieta, foi presenteada com a capacidade de curar através da comida. Se você olhar de perto, notará seu avental cheio de ervas específicas, como camomila e hortelã.

Cenas do filme Encanto
Discover and Share/Reprodução

Trazendo as raízes para as telas

A Disney Animation Studios não mede esforços para construir ambientes realistas em seus filmes. Para Encanto, eles contaram com a ajuda do Colombian Cultural Trust. Este grupo de especialistas consultou os cineastas sobre temas como arquitetura, vestuário, cultura indígena, alimentação e, claro, plantas.

Veja também

Felipe Zapata, um colombiano nativo que estuda biologia evolutiva na Universidade da Califórnia, obteve seu doutorado na Universidade de Missouri St. Louis, trabalhando em com o botânico Peter Stevens e a botânica Elizabeth “Toby” Kellogg.

Cenas do filme Encanto
Gif Abyss/Reprodução

Sua pesquisa em St. Louis se concentrou no gênero Escallonia e várias de suas coleções de plantas da época fazem parte do herbário do Jardim Botânico de Missouri. Foi a experiência de Zapata que ajudou os animadores da Disney a retratar com precisão as plantas de seu país natal no filme – e ele diz que a atenção aos detalhes botânicos foi impressionante.

Continua após a publicidade

“Um tema recorrente em todas as nossas reuniões foram as perguntas muito detalhadas que a equipe preparou para mim sobre a morfologia geral das plantas, incluindo cores e formas das folhas, fixação das folhas aos caules (filotaxia), variação e simetria das flores, etc. Realmente fascinante para mim ver o nível de detalhes e o cuidado da equipe de ilustradores e animadores para acertar as coisas!”

Cenas do filme Encanto
Discover and Share/Reprodução

Prestando atenção nas árvores

Uma planta que está sempre presente ao longo do filme é a palmeira de cera (Ceroxylon quindiuense). Esta magnífica palmeira pode crescer até cerca de 45,7 m de altura e recebe o nome comum da cera que cobre seu tronco. É a árvore nacional da Colômbia e pode ser encontrada em florestas no alto da Cordilheira dos Andes.

Infelizmente, a espécie está listada como Vulnerável pela Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) por causa da colheita excessiva dos troncos para cera e das folhas de palmeira para cerimônias religiosas.

Cenas do filme Encanto
Reprodução/Giphy

“Há muito poucos lugares restantes na Colômbia onde se pode ver uma floresta intocada de palmeiras de cera, então foi ótimo ver essa planta em seu habitat nativo desempenhando um papel central no filme. Como botânico, eu também estava prestando atenção aos detalhes no fundo, aos quais a maioria das pessoas talvez não estivesse olhando muito, e fiquei muito empolgado ao ver uma das minhas plantas favoritas, as árvores Cecropia. Estas são árvores marcantes nos Andes, pois são fáceis de identificar à distância por causa de suas folhas grandes e prateadas”, diz Zapata.

Uma árvore não nativa, mas culturalmente e economicamente importante, também aparece com destaque no filme – o café (café-arábica). Os frutos vermelhos maduros podem ser vistos do lado de fora da casa da família Madrigal, sentados em grandes sacos de serapilheira ao lado de uma máquina usada para separar a polpa do feijão.

Em outras cenas, pequenos cultivos de cafeeiros são vistos pontilhando as encostas. Apesar de ser originária da África, é amplamente cultivada em toda a América Central e do Sul, incluindo a Colômbia.

Cenas do filme Encanto
Discover and Share/Reprodução

A importância da presença das vegetações

Os exemplos acima apenas abordam alguns exemplos da vegetação mostradas em Encanto. Zapata diz que os espectadores devem ficar atentos aos membros das famílias de plantas Araceae, Melastomataceae, Heliconiaceae, entre outras. Os polinizadores também desempenham um papel. Borboletas amarelas são apresentadas ao longo do filme e carregam um simbolismo especial dentro do enredo.

O filme é um veículo maravilhoso para destacar a incrível biodiversidade dos habitats tropicais e da Colômbia especificamente.

Cenas do filme Encanto
Discover and Share/Reprodução

“Acho que esse tipo de representação em filmes é importante porque pode realizar algumas coisas. Primeiro, acredito que a forma realista respeita e reconhece a biodiversidade e a cultura local de outros países (neste caso, a Colômbia) de maneira genuína. Isso, por sua vez, expõe as pessoas que assistem uma perspectiva mais autóctone de um país e seus atributos, em vez de uma ‘perspectiva externa’, afirma Zapata.

Em segundo lugar, para muitas pessoas, esse tipo de representação pode fortalecer e desenvolver um sentimento de pertencimento quando se identificam aos seus ambientes locais representados de maneira verdadeira. Isso poderia potencialmente promover o aprendizado da população local sobre sua biodiversidade, história e cultura.

Cenas do filme Encanto
Tumblr/Reprodução

Por fim, acredito que filmes que podem atingir um público amplo e mundial, como este, são veículos ideais para divulgar informações científicas precisas (também informações históricas e culturais). A popularização da ciência, mesmo que sutil, pode gerar admiração, o que, por sua vez, pode resultar em uma nova geração de cientistas e desenvolver o interesse geral pela ciência por parte das comunidades locais ou mesmo das autoridades políticas”, finaliza o botânico.

*Via Discover and Share

Continua após a publicidade

Publicidade