Casa Created with Sketch.

Integração e amplitude marcam apartamento de 30 m² no Rio

Com soluções de marcenaria e estruturas funcionais, o projeto de Cyntia Sabat transformou o imóvel de metragem pequena

 (Divulgação/Casa.com.br)

Com a premissa de integração dos espaços, a arquiteta Cyntia Sabat assumiu a remodelação deste apartamento de apenas 30 m², na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O imóvel contava, anteriormente, com uma marcenaria bruta e escura e paredes que setorizavam os ambientes – o que dificultava a circulação, além de prejudicar também o bom aproveitamento da iluminação natural.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Para fazer convergir todos os espaços em um ponto central, a arquiteta usou a marcenaria e vidros para criar um suporte de TV, onde o aparelho fosse móvel para girar em toda dimensão da base. Desta forma, é possível assistir televisão no quarto, na cozinha e na sala.

 (Divulgação/Casa.com.br)

A decoração do ambiente segue uma linha minimalista e contemporânea. Os tons neutros predominam em todo o flat, com o cinza dando o tom de toda a paleta.

Nuances da cor estão presentes na parede, mobiliário e tapeçaria. Enquanto o branco contrasta em alguns espaços, as pastilhas pretas conferem um ar sóbrio à cozinha, que também funciona como área de serviço.

 (Divulgação/Casa.com.br)

A unidade do ambiente se dá também pela marcenaria: o mesmo tom dos móveis criados pela arquiteta se repete no laminado do piso.

Para trazer sensação de amplitude, Cyntia apostou no aproveitamento da luz natural e de espelhos posicionados estrategicamente. “Além de ampliarem o espaço, os espelhos sobre o sofá também refletem o mar, conferindo um charme especial ao projeto”, conta a arquiteta.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Para baratear o valor do projeto, a profissional aproveitou itens que já existiam no espaço, como a geladeira – que recebeu uma nova roupagem – e a bancada da cozinha.

Como o granito não existia mais no mercado, Cyntia optou por fazer a continuação com bancada de marcenaria. “Com isso, não fui obrigada a trocar a bancada da pia, economizei para o cliente e integrei com uma bancada quase que na cor da existente”, conclui.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s