Casa Created with Sketch.

Reforma de casa de 250 m² usa concreto e madeira em diálogo com exterior

Usando a base já existente da casa, o escritório ​​MCK Architecture & Interiors criou um projeto fluído e exuberante

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

A Extruded House é o lar de uma jovem família de cinco pessoas, cujas vidas têm sido dominadas pelos desafios de saúde de um de seus filhos. Em New South Wales, Austrália, a casa assinada pelo escritório ​​MCK Architecture & Interiors tem 250 m² e fica em um terreno quase três vezes maior.

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

A base da casa foi retida e melhorada para fornecer um fluxo lógico de circulação pelas partes privadas da casa. Assim, os espaços foram feitos para permitir que os membros da família encontrem o sossego ou a solidão necessária no final de um dia agitado.

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

Na parte traseira da casa o projeto fica muito mais grandioso. A cerca dos fundos e a paisagem proporcionam um pano de fundo ambíguo ao interior, à medida que se entra numa zona habitacional de largura total e pé-direito duplo, formada pela simples extrusão do perfil da casa no terreno onde ela está situada.

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

Respeitar o contexto vizinho e manter o valor da estrutura da habitação existente foram dois pontos fortes em um briefing de design simples. Ideias simples, mas generosas em sua influência final na abordagem do design e, portanto, na forma da casa acabada.

Veja também

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

“A intuição nos disse que o impacto para os vizinhos poderia ser superado não aumentando os parâmetros da forma existente.” Contam os profissionais. “Também sabíamos que a casa existente tinha boa estrutura, apenas um layout desajeitado, por isso foi dada uma abordagem mais simples para circular de frente para trás.”

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

A extrusão da seção da casa existente, mas excluindo tudo entre, para criar uma zona de estar aberta foi concebida e adotada por uma equipe de design colaborativa. A fachada posterior foi totalmente envidraçada de modo que a nova área de convivência é visualmente tão grande quanto a vista para a cerca posterior.

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

O projeto foi construído em concreto fora do formato, desafiando os padrões dos tecidos pertencentes à casa da federação, mas oferecendo um contraste calmo com seus enfeites históricos. Um forte diálogo foi criado entre as duas formas em virtude do compartilhamento de uma forma, mas sua materialidade serve para nos lembrar de seus respectivos momentos no tempo.

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

Pensando nisso, existem linhas de visão entre as formas do antigo e do novo e, além de conectar os interiores à paisagem exuberante do quintal dos fundos, lembram aos proprietários onde estão agora e de onde vieram. Dentro da nova concha de concreto fica uma parede revestida de madeira, sendo o traço da antiga casa que ficava na parte de trás do bloco.

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

A água da chuva é aproveitada e reciclada para uso nos jardins. Uma abundância de luz natural nos espaços novos e existentes significa que há pouca necessidade de iluminação artificial e, portanto, consumo de energia durante o dia.

 (Willem Rethmeier/BowerBird)

A Extruded House foi feita com um grupo de mentes trabalhando juntas para focar na qualidade da solução, não na quantidade. O projeto não acrescentou muitos metros quadrados, apenas deu mais sentido aos já existentes. Agora, um volume generoso fica sobre uma pegada modesta, mas sem sobrecarregar o site ou o contexto e a ênfase foi colocada no produto acabado.

Veja todas as fotos do projeto na galeria:

*Via BowerBird

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.