Casa Created with Sketch.

Reforma adiciona três suítes em apartamento antigo

O projeto redesenhou a planta do imóvel e criou ambientes aconchegantes e práticos

Living integrado com paredes revestidas de madeira

Assinado pelas arquitetas Bitty Talbot e Cecília Teixeira, do escritório Brise Arquitetura, este apartamento antigo de 140 m², no Leblon, Rio de Janeiro, passou por uma reforma total, que incluiu uma demolição completa das paredes para receber uma nova planta. A moradora comprou o imóvel com a intenção de deixá-lo com a cara dela e atender às necessidades da família.

Assim, a planta original, que tinha apenas um banheiro e três quartos, deu origem a três suítes. “Para fazer isso, precisamos fazer um cálculo estrutural que elevou o piso do apartamento, permitindo passar as novas tubulações, exceto o piso da sala, que precisava estar nivelado com o piso do hall do elevador”, lembra Cecília.

Sala de jantar com paredes revestidas de madeira

 (Denilson Machado/Casa.com.br)

Mas, como criar mais banheiros sem apertar os outros ambientes? “Para viabilizar o projeto, a solução que encontramos foi transformar a cozinha na circulação da casa, conectando a área social e os quartos. Num primeiro momento, a ideia pareceu muito diferente, mas logo a cliente embarcou nela e adorou o resultado. A cozinha acabou se tornando o coração da casa”, acrescenta Bitty.

Além das três suítes (uma para cada moradora), outro pedido da cliente foi um closet bem grande para guardar suas coisas e uma cozinha charmosa e prática, aberta para a sala, onde pudesse receber seus convidados. Ela também pediu uma sala multiuso, com espaço para home office, porém sem cara de escritório, além de um espaço para acomodar um piano-armário preto, que foi o ponto de partida para as arquitetas desenharem a marcenaria da área social.

Cozinha com armários verdes

 (Denilson Machado/Casa.com.br)

A decoração é totalmente nova. Apenas alguns móveis que a cliente já tinha foram aproveitados, como as cadeiras de jantar e algumas poltronas, além de objetos, adornos e obras de arte. A marcenaria foi toda desenhada pelas arquitetas. O resultado são ambientes aconchegantes, pensado em cada detalhe sob o gosto da cliente, que participou ativamente de todas as escolhas.

Para aumentar a sensação de amplitude, as arquitetas usaram o mesmo revestimento, um porcelanato cinza claro, no piso de todos os ambientes. Elas também usaram poucas variações de revestimentos para obter uma base neutra, já que a moradora adora decorar a casa com objetos, adornos, artes e livros de seu acervo pessoal.

Home office com escrivaninha e cadeira de madeira

 (Denilson Machado/Casa.com.br)

Outro detalhe interessante é o lambri de carvalho, em forma de L, que reveste as paredes da sala, onde foram fixados o móvel da tv, uma prateleira alta e o banco com gavetões que atende à mesa de jantar. Esta solução em marcenaria também camufla a porta de correr que dá acesso à cozinha, revestida no mesmo material.

Na cozinha, as arquitetas optaram por não usar cerâmica, repetindo o tijolinho branco da sala. Os armários, com acabamento na cor fendi, combinaram bem com o piso de porcelanato cinza claro e a marcenaria em carvalho da sala. Já os armários superiores tem portas de vidro transparente para funcionarem como cristaleira.

Quarto com corses claras e cabeceira de madeira

 (Denilson Machado/Casa.com.br)

“Foi um projeto leve, gostoso e muito prazeroso de fazer por causa do envolvimento e da animação contagiantes da cliente, em todas as etapas. Fazer a circulação da casa acontecer através da cozinha para ganhar espaço e acomodar as três suítes que ela queria foi, sem dúvida, um grande acerto. Afinal, nem todo mundo topa fazer uma casa sem corredor e essa cliente embarcou na nossa ideia”, finaliza Bitty.

Quarto com papel de parede estampado, penteadeira e espelho redondo

 (Denilson Machado/Casa.com.br)

 

Quer ver mais fotos deste projeto? Então, acesse a galeria abaixo!

 

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.