Casa Created with Sketch.

Painel de TV se estende e vira hall de apartamento em Brasília

O painel amadeirado ao fundo do home aquece o ambiente e promove maior amplitude ao espaço ao se estender até o hall dos quartos

 (Haruo Mikami/Divulgação)

As arquitetas Ana Luiza Veloso e Amanda Saback, do escritório Traama Arquitetura e Design, foram as responsáveis pela reforma do Apartamento DT em Brasília. O projeto buscou atender às demandas dos novos moradores, que desejavam um lar acolhedor, funcional e despojado.

Com 70 m², o imóvel possuía um layout bem convencional e todos os ambientes eram separados por paredes em alvenaria. A solução encontrada pelas arquitetas para induzir uma maior amplitude foi integrar todos os espaços sociais da casa. Assim, a cozinha, a sala e a varanda perderam suas paredes para se tornar um só espaço.

 (Haruo Mikami/Divulgação)

Com a mudança, houve espaço para o surgimento de uma generosa mesa de jantar, que se fez bastante flexível no layout e auxiliou na setorização das áreas da cozinha e sala.

 (Haruo Mikami/Divulgação)

Outro móvel funcional de destaque foi o home da área social. Ele se inicia na sala (servindo como gaveteiro), e se estende até a varanda, virando um banco de contemplação na vista privilegiada da cidade. Além disso, atende ao desejo da moradora de criar uma atmosfera colorida e cheia de vida.

 (Haruo Mikami/Divulgação)

O painel amadeirado ao fundo do home aquece o ambiente e promove maior amplitude ao espaço ao se estender até o hall dos quartos. É lá que ele se torna uma caixa de madeira, indicando o início da área íntima do apartamento.

 (Haruo Mikami/Divulgação)

As paredes entre o quarto e o banheiro master foram demolidas e substituídas por divisórias metálicas com vidro canelado, a fim de tornar os limites entre os ambientes mais fluidos. Outro efeito resultante desta escolha foi a presença de bastante luz natural durante o banho, trazendo também personalidade ao ambiente.

Para complementar a decoração descolada do quarto, a paleta de cores é neutra, mas pontuada com tons de azul. Nichos foram criados com cimento queimado. O piso, por sua vez, é amadeirado com paginação em escama de peixe, o que ajuda a aquecer o ambiente.

 (Haruo Mikami/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s