Reforma deixa apartamento de 80 m² com atmosfera escandinava

O escritório de arquitetura manteve os ambientes originais, mas definiu um projeto de decoração cheio de personalidade

Por Yara Guerra Atualizado em 17 fev 2020, 16h05 - Publicado em 28 Maio 2019, 16h45
Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Reforma de 10 ambientes em três meses de obras: essa foi a missão que os arquitetos Ana Brito e Walter Mendonça assumiram em outubro do ano passado. Sócios do Arquiteto em Casa, os profissionais deram outra cara para um apartamento de 80 m² em Santo André.

O projeto, cuja primeira reunião ocorreu antes mesmo da compra do apartamento, já contava com perspectivas bem definidas pelos donos. Buscando atender ao máximo os desejos e as necessidades dos moradores, os arquitetos balancearam os estilos e chegaram a um projeto autêntico, mas sem confusão estilística.

“Temos neste apartamento uma mescla de um estilo nórdico escandinavo, com o preto, branco e madeira, junto com o estilo clássico das bancadas em porcelanato que imita mármore e molduras nos armários”, conta Ana Brito.

Gisele Rampazzo/Casa.com.br

As cores predominantes nos ambientes são branco, preto, rosa e madeira. Já o material mais usado foi um subway tile branco, que aparece nas paredes da área de serviço, da cozinha e dos dois banheiros. Em segundo lugar fica o porcelanato tipo madeira, que está em, praticamente, todo o apartamento, com exceção dos banheiros e terraço.

Continua após a publicidade

Revestimento “Metrô White”, da Eliane. Gisele Rampazzo/Casa.com.br

O ponto alto do projeto, para Ana Brito, ficou por conta da integração. “Incialmente, a ideia da cliente era fechar a cozinha, levantando uma parede sobre a mureta existente”, explica a arquiteta. “Deixar os ambientes integrados foi um ganho muito grande na nossa opinião  proporcionou a entrada de luz natural na sala de jantar e sensação de amplitude para quem entra no apartamento”, completa.

Tijolinhos “lunar pedra paulista”, usado como decoração na sala. Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Como no imóvel só havia rebaixo de gesso nas áreas molhadas, os arquitetos optaram por usar os pontos de luz existentes. Para melhorar a iluminação, foi instalado um trilho na sala de estar e TV.

Confira em nossa galeria os demais ambientes do projeto:

Continua após a publicidade

Publicidade