Diário de Reforma: O apartamento com cara de relicário

A casa de Julia Levenstein, registrada no @apt153, tem ares de revista de decoração e Pinterest, mas todo o carinho de um lar

Por Marcela De Mingo Atualizado em 11 dez 2017, 09h41 - Publicado em 13 nov 2017, 17h02

O apartamento de Julia Levenstein é como um álbum do Pinterest: paredes brancas, prateleiras com uma decoração cool e despojada, cama com uma cabeceira fofinha e almofadas de plush. O imóvel foi, aos poucos, ganhando cara de lar conforme o processo de reforma, que ela passou a compartilhar no perfil @apt153.

A ideia de criar uma conta só para mostrar a sua reforma surgiu quando ela buscava inspirações para o seu apto online, e viu uma conta semelhante na rede social. “Por já ter um público (pequeno, mas algo) interessado na minha vida/mudança no meu perfil pessoal, achei que seria interessante começar a documentar tudo”, contou em entrevista ao portal Casa.com.br.

View this post on Instagram

Do lavabo.. 🙂

A post shared by Apartamento 153 (@apt153) on

A partir daí, ela decidiu usar a conta não só para compartilhar os pormenores da reforma, mas também inspirar os seus seguidores e quem mais precisasse de ajuda ao passar pelo mesmo processo. Tudo o que ela compartilhou, claro, serviu também como um aprendizado sobre como lidar com esse período – que às vezes é tão conturbado – e o poder das redes sociais na hora de solucionar um problema.

View this post on Instagram

sério ♡

A post shared by Apartamento 153 (@apt153) on

Continua após a publicidade

“Acho que a mais importante lição é como as marcas prestam atenção no movimento quando envolve o nome das mesmas nas redes sociais. Rolou muito de eu ter muito problema com marca X e depois de relatar tal problema, ela resolvia na hora”

Falando nisso, uma das principais dicas de Julia para evitar qualquer tipo de contratempo, mesmo isso sendo um pouco impossível quando falamos em reformas, é se programando. “Tanto financeiramente, quanto psicologicamente”, brinca ela. Isso porque ela sabe que cuidar de uma reforma pode ser complicado, mas nesses momentos é importante lembrar a sua meta e que todo esse trabalho vale a pena.

O principal objetivo de Julia era criar um apartamento com sua cara. Caçula de sete filhos, ela percebeu desde cedo que as preocupações de seus pais eram muitas e não envolviam uma decoração impecável em casa, e ela sentiu a necessidade de ter um imóvel mais arrumado e aconchegante ao decidir morar sozinha. “Acho que o objetivo da minha reforma foi ter uma casa bonita, algo que eu fosse encontrar nas páginas de uma revista escandinava de decoração. Linda, aconchegante, que fosse funcional/inteligente (o apartamento é todo automatizado) e que tivesse a minha cara. Um lugar cheio de objetos e lembranças de lugares que já passei. Acho que a melhor definição para a minha casa seria um relicário e acho que consegui fazer exatamente do jeito que eu imaginei.”

Confira todos perfis da tag Diário de Reforma clicando aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade