Apartamento cosmopolita de 50 m² no centro de São Paulo

As pequenas metragens não impediram que o arquiteto Rafael Zalc conferisse charme e conforto ao espaço

Por Como a Gente Mora Atualizado em 17 fev 2020, 15h58 - Publicado em 31 jul 2019, 12h24
Romulo Fialdini/Como a gente mora

No ano passado este apartamento, recém-terminado e ainda inédito, chegou à redação da revista Casa Claudia e logo foi aprovado para a publicação na edição seguinte. Eu (Nadia Simonelli, prazer!) era uma das editoras lá e ele veio parar nas minhas mãos para que eu cuidasse da reportagem e do texto. Logo, liguei para o arquiteto Rafael Zalc, que ainda não conhecia, e o entrevistei para escrever sua história.

Infelizmente, o apartamento não foi publicado naquelas páginas. Mas, ele chegou em minhas mãos novamente e logo me lembrei do texto prontinho, que nunca tinha sido divulgado. Então, aqui vai ele, “seguindo o baile…”. O projeto é do Rafael junto com o escritório Rua 141 e tem um conceito conectado com o estilo de vida agitado das grandes metrópoles.

Romulo Fialdini/Como a gente mora

O arquiteto paulistano Rafael Zalc havia comprado este apê de 50 m², na região central de São Paulo, como uma fonte de renda extra. A ideia era alugá-lo para alguém. Mas o profissional se encantou com a possibilidade de viver em um prédio de uso misto e mudou de planos. “É um conceito que permite morar e trabalhar no mesmo lugar. Além disso, faço diversas atividades sem precisar me deslocar tanto”, explica. Essa comodidade fisgou Rafael, que elaborou um projeto de reforma, junto com o escritório Rua 141, para deixar o imóvel bem ao seu estilo.

Romulo Fialdini/Como a gente mora

Se você gostou da morada e quer saber mais sobre a reforma, confira a reportagem completa no blog Como a Gente Mora!

Continua após a publicidade

Publicidade