Tijolo aparente, subway tile e cimento queimado. Tudo em um só apê duplex!

Para dar uma nova cara ao lar, o casal habitante solicitou mudanças estruturais e de interiores para refletir a personalidade descolada deles!

Por Redação 2 abr 2020, 16h07
Divulgação/Casa.com.br

Cimento queimado, tijolo aparente, parede verde e subway tiles: como um projeto pode ser tão perfeito? A arquiteta Ieda Korman, do escritório Korman Arquitetos, uniu todos os queridinho do décor e fez um composé harmonioso no projeto deste apartamento duplex, de 120 m², em Pinheiros (SP).

Divulgação/Casa.com.br

Esbanjando personalidade, atmosfera contemporânea e descolada, o apê passou por um reforma para acomodar o novo integrante: o marido da proprietária do imóvel, que se casou recentemente ().

Divulgação/Casa.com.br

O estilo da decoração reflete a personalidade dos habitantes, seja nos revestimentos, tons e móveis. No piso inferior, a sala de convivência é emoldurada por uma parede de tijolos originais da construção e nela, um sofá cinza é posto ao lado de móveis nas tonalidades preta e uva. Nesta parede principal, há várias obras de arte contemporâneas, incluindo uma peça da artista Tomie Ohtake.

“O interessante deste apartamento é que os moradores entendem de mobiliário, fazendo um mix de estilos, atual e ao mesmo tempo com história”, diz a arquiteta.

Divulgação/Casa.com.br

Na cozinha, bem aberta, à pedido da morada, os utensílios ficam à vista e o estilo clean toma conta. Destaque para o revestimento subway tile, que cobre uma parede, ao lado de armários de madeira. Coladinho na cozinha, a marcenaria da TV se prolonga e cria uma mesa que funciona também como bancada de apoio.

Continua após a publicidade

Divulgação/Casa.com.br

Como o casal gosta de apreciar a bela vista da cidade, a varanda integrada ao estar recebe também o home office da casa. Para trazer uma proximidade com a natureza, o espaço também ganhou uma parede verde.

Divulgação/Casa.com.br

Foram escolhidas espécies de samambaia que não demandam muita manutenção. A irrigação é feita por meio de um coletor de água e um aparelho que realiza a rega de forma programada.

Divulgação/Casa.com.br

Subindo as escadas, está a parte superior do apê. Nela, está uma sala de estar com lareira, TV e um lavabo. Os tijolinhos pintados de branco, o tapete nepalês e o sofá cinza formam uma base neutra, enquanto a mesa lateral de jacarandá, assinada pelo designer Jean Gillon, e as máquinas de escrever, que pertenciam ao avô da moradora, são os destaques do décor. “Emoldurar as máquinas na parede se revelou uma linda homenagem”, finaliza Ieda.

Gostou do projeto? Então navegue na galeria abaixo e veja mais:

Continua após a publicidade

Publicidade