Casa Created with Sketch.

Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel anuncia finalistas

Com 391 projetos inscritos, esta edição do prêmio possui uma novidade: a inserção da categoria "Estudantes"

Projeto “Morro da Viúva”, pelos estudantes universitários Eduardo Romano e Bruno Bins (Rio de Janeiro).

Projeto “Morro da Viúva”, pelos estudantes universitários Eduardo Romano e Bruno Bins (Rio de Janeiro). (Divulgação/Casa.com.br)

Em sua 6ª edição, o Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel acaba de anunciar os finalistas dos 391 projetos inscritos, provenientes de 17 estados brasileiros e Distrito Federal.

Entre os selecionados, há trabalhos de São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins, Distrito Federal, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Ceará e Uruguai. Os vencedores serão conhecidos em uma cerimônia no Instituto Tomie Ohtake, no dia 17 de outubro, quando também será aberta uma exposição com os projetos finalistas.

“Capela em Sacromonte”, por Luciano Rocha de Andrades (Porto Alegre).

“Capela em Sacromonte”, por Luciano Rocha de Andrades (Porto Alegre). (Divulgação/Casa.com.br)

A grande novidade desta edição foi a introdução da categoria Universitários, exclusiva para estudantes de arquitetura com projetos não construídos.

Para submetê-los, os trabalhos deveriam estar inseridos no tema “Revitalização, Requalificação, Renovação” e, seus responsáveis (brasileiros ou estrangeiros residentes no país há pelo menos dois anos), regularmente matriculados em cursos de arquitetura de nível superior, reconhecidos ou autorizados pelo MEC.

Três projetos foram selecionados pela categoria e farão parte da exposição no Instituto, além de serem publicados no catálogo do Prêmio. Além disso, um estudante dentre os vencedores será premiado com um estágio em escritório de arquitetura. A categoria contou com 109 trabalhos inscritos.

Projeto “Praça das Águas”, pelas estudantes Danielle Khoury Gregorio e Raquel Khoury Gregorio (Danielle Khoury Gregorio e Raquel Khoury GregorioSão Paulo).

Projeto “Praça das Águas”, pelas estudantes Danielle Khoury Gregorio e Raquel Khoury Gregorio (Danielle Khoury Gregorio e Raquel Khoury GregorioSão Paulo). (Divulgação/Casa.com.br)

Já a categoria Profissionais, voltada para escritórios e coletivos de arquitetura, arquitetos brasileiros ou estrangeiros residentes no país há pelo menos dois anos, contou com 282 projetos inscritos.

Dentre eles, dez foram selecionados para exposição no Instituto e também serão publicados no catálogo do Prêmio. Um dos finalistas foi o projeto da Beacon School, uma escola em São Paulo que reaproveitou e transformou antigos galpões industriais.

No dia da inauguração da mostra, três profissionais finalistas ganharão viagens internacionais para destinos com interesse arquitetônico.

“Beacon School”, por Andrade Morettin Arquitetos (São Paulo).

“Beacon School”, por Andrade Morettin Arquitetos (São Paulo). (Divulgação/Casa.com.br)

O Prêmio, que busca reconhecer as produções arquitetônicas de destaque na cena contemporânea brasileira, valorizando as formas inovadoras de pensar e construir o espaço social, teve como júri os arquitetos Helena Aparecida Ayoub SilvaHéctor Vigliecca, Joice Berth, Pedro Vada e Priscyla Gomes.

Confira abaixo os finalistas e seus projetos e as informações da exposição que os contempla:

Projetos finalistas na categoria PROFISSIONAIS

  • A Praia e o Tempo / Rio de Janeiro – RJ; gru.a (grupo de arquitetos); Pedro Varella
  • Beacon School / São Paulo – SP; Andrade Morettin Arquitetos; Renata Andrulis
  • Capela em Sacromonte / Sacromonte, Maldonado, Uruguai; MAPA Arquitetos; Luciano Rocha de Andrades
  • Casa 239 / São Paulo – SP; Una Arquitetos; Fernanda Barbara
  • Casa das Birutas / Piracaia – SP; Gera Brasil Arquitetura e Consultoria; Karen Miyabe Ueda
  • Casa Pequi / Palmas – TO; Perelopes Arquitetura; Renato Pereira Lopes
  • Casa Vila Rica / Brasília – DF; Bloco Arquitetos; Matheus Conque Seco Ferreira
  • Coberturas no Xingu / Canarana – MT; Gustavo Utrabo Estúdio de Arquitetura; Gustavo Correia Utrabo
  • Estação São Paulo – Morumbi Linha 4 Metrô / São Paulo – SP; 23 SUL; Gabriel Manzi
  • Pavilhão Nuvem / Belo Horizonte – MG; Arquitetos Associados; Carlos Alberto Batista Maciel
  • Renovação da Biblioteca Monteiro Lobato / São Bernardo do Campo – SP; MMBB; Marta Moreira
  • Sede Castanhas de Caju / Bom Jesus das Selvas – MA; Estudio Flume; Christian Naoyuri Teshirogi

         Projetos finalistas na categoria UNIVERSITÁRIOS

        • Da ocupação se faz arquitetura / Francisco Lucas Costa Silva; Orientadora: Solange Maria de Oliveira Schramm; Universidade Federal do Ceará – UFC
        • Morro da viúva: paisagem sufocada / Eduardo de Carvalho Romano; Orientadores: Gabriel Duarte, Marcos Favero, Luciano Alvares e Leonardo Lattavo; PUC-RIO
        • Praça das águas / Raquel Khoury Gregorio; Universidade Presbiteriana Mackenzie

            Exposição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel

            Onde: Sede do Instituto Tomie Ohtake (Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 – Pinheiros, São Paulo)

            Quando: de 17 de outubro a 1º de dezembro de 2019

            Comentários
            Deixe um comentário

            Olá,

            * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

            Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

            Logotipo do WordPress.com

            Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

            Foto do Google

            Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

            Imagem do Twitter

            Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

            Foto do Facebook

            Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

            Conectando a %s